6º CONGRESSO ELEGE NOVA CHAPA PARA DIRIGIR A UNISOL BRASIL

Léo Pinho é reconduzido na presidência; contas da última gestão e teses que nortearão a próxima são aprovadas
O presidente da Unisol, Léo Pinho, está reeleito para um mandato de mais dois anos à frente da Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários. Maysa Gadelha, da Paraíba, é a nova vice-presidenta; do Rio Grande do Sul, Nelsa Nespolo é a secretária-geral; de São Paulo, Tarcisio Secoli é o novo tesoureiro; e, da Bahia, Edvaldo Pitanga é o novo diretor de Movimentos Sociais. A Chapa Unidade Unisol para Construir um Novo Brasil, que Pinho presidia, foi eleita neste sábado (22/5) no segundo e último dia de atividades do 6º Congresso Nacional da Unisol, que também indicou os novos conselhos geral e fiscal da entidade.
Os delegados dos empreendimentos filiados também votaram nas teses – ou seja, o programa de gestão – que vão basear o trabalho para o próximo mandato. O Congresso foi encerrado com a tomada de posse por parte dos dirigentes novos e renovados.
Pinho abriu o segundo dia de congresso lembrando os eventos de sexta-feira, mencionando a força da entidade nos estados em todas as regiões do Brasil – do Rio Grande do Sul ao Nordeste, passando pelo Acre. “Os estados estão cumprindo os papéis mais importantes, os de federalizar suas ações, com uma organicidade construída em estados como o Rio Grande do Sul e o Piauí.”
O deputado federal Alexandre Padilha, médico e ex-ministro da Saúde, lembrou que a Unisol tem sido um parceiro decisivo, não apenas nas propostas legislativas de economia solidária, mas também no Conselho Nacional de Direitos Humanos, onde a entidade tem assento, representada pela advogada Vivi Mendes. “Nosso mandato como deputado federal apoia a Unisol com projetos e emendas e quer apoiar cada vez mais”, disse Padilha.
Logo depois teve início a assembleia. O primeiro item votado foi a prestação de contas, apresentada ontem pela tesoureira da gestão anterior, Anne Sena, presidenta da Unisol Bahia, e ao parecer do Conselho Fiscal, recomendando pela aprovação das contas – que foi aprovada por unanimidade.
Em seguida, o assessor jurídico da assembleia, o advogado Eugênio Soares Alves, apresentou as propostas de mudança da sede da Unisol Brasil – que foi de São Bernardo do Campo para São Paulo (rua do Carmo, 206, sala 59, na Sé) – e de consequente mudança estatutária. As propostas também foram unanimemente aprovadas.
Na sequência, a assembleia aprovou por unanimidade as teses apresentadas nesta sexta (21), com colaborações da Carta do Nordeste – recomendações redigidas por representantes dos estados nordestinos na Unisol, que também foram aprovadas sem rejeição nem abstenção.
Encerrando a assembleia, a vice-presidente da última gestão, Edinalva Costa, agradeceu emocionada o apoio da Unisol Brasil e das regionais na condução dos trabalhos de fortalecimento da economia solidária nos últimos dois anos.
No final, já com transmissão ao vivo pelo Facebook da Unisol, foram empossados os novos dirigentes, eleitos conforme a lista abaixo:

Chapa Unidade Unisol para Construir:
Presidente: Leonardo Pinho (SP)
Vice Presidenta: Maysa Motta Gadelha (PB)
Secretária Geral: Nelsa Nespolo
Tesoureiro: Tarcísio Secoli (SP)
Diretor de movimentos sociais: Edvaldo Pitanga (BA)

Conselho geral:
Regional Sul: Jair Antunes (SC)
Regional Norte: Carlos Omar (AC)
Regional Sudeste: Cléa Venina (MG)
Regional Nordeste: Rejane Meyson Vieira de Souza (PI)
Regional Centro Oeste: Suelen Vieira do Nascimento Borralho (MT)

Conselho Fiscal:
Maria Rejane Aurélio da Silva
Raimundo Pereira da Silva
Jorge Henrique Morais da Silva
Djenane Martins
Ana Ines de Castro Prieto
Carlos José Caramelo Duarte

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM