A Unisol Brasil é homenageada em sessão solene na Câmara Municipal de Diadema, em São Paulo

DSC_0135

Foto com autoridades, colaboradores da Unisol Brasil e representantes de cooperativas


Nesta terça-feira ocorreu a cerimônia comemorativa dos 10 anos da Unisol Brasil, na Câmara Municipal de Diadema, em São Paulo. A homenagem foi proposta pelo vereador Manoel Eduardo Marinho, o Maninho, em requerimento de nº 584/14, do Partido dos Trabalhadores (PT). A motivação é o trabalho da Unisol como representante das cooperativas na construção de políticas públicas, representação junto aos órgãos governamentais e entidades internacionais, assim como assessoria técnica (de gestão, financeira, jurídica e contábil). Hoje, são mais de 800 empreendimentos solidários filiados, nos 27 estados brasileiros. O principal mentor na criação da Unisol foi Luiz Marinho, atual prefeito de São Bernardo do Campo e na época, em 2004, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.
Compuseram a mesa o presidente da casa, o vereador Manoel Eduardo, o vereador José Francisco Dourado, Cláudio Domingos, diretor da Unisol Brasil, Severino de Jesus Carvalho, representante da cooperativa Uniforja, Carlos Eduardo de Moura, representante da Cooperfor, Fábio Morais Santos, representante da Coopertratt, Djenane Martins, vice-presidente da Unisol São Paulo e representante da cooperativa Charlote Arte em Costura, Viviane Silva, da Associação Espírita Raio de Luz, José Andrade, representante do Sindicato da Construção Civil de São Bernardo do Campo e Diadema, Paulo Bezerra, diretor, representando a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Diadema, Vanderlea Lima Pereira, representando a Incubadora SBSOL de Santo André, Toninho, da Cooperativa Mauá ABC e Leonardo Campos, representando o vereador Alemão Duarte, de Santo André.
Ainda estiveram presentes Geralda Maria de Souza, representando o grupo de teatro Família Fernandes e Comunidade, Dr Airton Germano da Silva, secretário jurídico da Câmara, a cooperada Teresinha, da Charlote Arte em Costura, André Lúcio Costa, vice-presidente da Associação de Moradores do Jardim Marilene, Chiquinho, representando o vereador José Antonio, Osvaldo Marcon, representando a entidade Acesso, de Santo André. E colaboradores da Unisol Brasil, como assessores técnicos e membros da gestão: Cibele Yumi, Anderson Dias Thimoteo, Leticia Marinho, Elis Ferrante, Djenane Martins, Celiane Rodrigues de Oliveira, Elizabete Rocha, Elisangela Lica, Waldiane Siqueira, Paulo Toledo e Eugênio Soares.
O prefeito de Diadema, Lauro Michels Sobrinho, enviou os cumprimentos por meio de carta, assim como o vereador Atevaldo Leitão, do PSDB, Saulo Benevides, prefeito de Ribeirão Pires (SP), Cida Ferreira, vereadora do PMDB e o Engenheiro Eleomar Roque, Secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Diadema.
Durante a abertura, o vereador Manuel Eduardo, o Maninho, relembrou brevemente a história do cooperativismo no mundo e no Brasil, e a posição atual de parte das ideias políticas nacionais com a tentativa de revalorização do liberalismo focado apenas no papel das empresas transnacionais e aquelas somente preocupadas com as metas próprias do capitalismo, desprezando ou minimizando o papel dos trabalhadores. Maninho foi ator político no movimento de criação de cooperativas na década de 90 e sempre apoiou a missão da Unisol. “O cooperativismo é um meio de garantir uma renda digna e um trabalho em grupo e que promove a solidariedade. A Unisol é um grande orgulho para nós e é uma lição de que é possível criar uma alternativa às políticas de unificação econômica. Tenho muito orgulho de ter participado da elaboração e do nascimento deste projeto”.
Cláudio Domingos, diretor da Unisol Brasil, durante seu pronunciamento também relembrou a sua aproximação com o movimento cooperativista a partir de 1995. “As empresas recuperadas nascem das cinzas, cinzas que os trabalhadores da Uniforja conseguiram transformar e chegar onde chegamos hoje. Os trabalhadores que conseguiram sobreviver por mais de dez anos são guerreiros. E todo o estímulo veio após a fundação da Unisol São Paulo em 2004 aqui no ABC, que nos estimulou a fundar a Unisol Brasil no ano seguinte…fui eleito o primeiro presidente…estamos aqui faltando um pedaço, o Arildo Mota (presidente da Unisol Brasil) está em compromisso no exterior e não pode comparecer, mas se estivesse aqui, demonstraria felicidade e gratidão com esta homenagem. Fundamos a Unisol com 82 empreendimentos e associações, hoje nós representamos um pouco mais 75 mil trabalhadores, mais de 25 empresas recuperadas, mais de 800 empreendimentos afiliados, parcerias internacionais com a Espanha, Holanda e Itália e vários países da América Latina. Estamos desenvolvendo uma parceria com o Canadá para termos um fundo garantidor para as cooperativas obterem recursos em formação, compra de máquinas e matérias-primas, e assim, fortalecer a entrada de produtos no mercado. Agradeço a todos que compareceram e pela iniciativa da Câmara de Diadema”, finaliza.
Em seguida, Severino de Jesus, da Uniforja e José Andrade, do Sindicato da Construção Civil de SBC e Diadema, ressaltaram e agradeceram ao apoio da Unisol.
No último discurso, Vanderlea Lima, da SBSOL, relembrou o seu envolvimento com a Unisol: “Sou uma filha do movimento dos metalúrgicos do ABC e uma grande filha da Economia Solidária, que não formou só empreendimentos para gerar renda, mas também formou pessoas, técnicos e profissionais. Todos nós temos a força do trabalho e da dignidade. A minha cooperativa não deu certo, isso foi 1998, tivemos muito apoio da Uniforja, mas, faltava tudo, crédito, apoio, experiência, gestão. Hoje podemos dizer que temos uma política pública voltada para o setor. E o trabalhador organizado consegue fazer funcionar. Mesmo assim, quero agradecer o apoio da Unisol, que me deu meu primeiro emprego, e foi um motivador para a minha história dentro do cooperativismo. Já passei por vários setores da economia solidária e hoje estou na Universidade Metodista, e eu acredito que é possível viver e trabalhar com o cooperativismo”.
Além da Unisol Brasil, foram homenageadas as seguintes entidades, com representantes presentes: Cooperativa Associação Refazendo, Cooperativa Charlote Arte em Costura, Cooperselecta, Cooprofis, Cooperativa Arte que Faz, Cooperativa Padre Leo Commisari, Cootemasb, Cooperativa Associação Raio de Luz, Cooper Trines, Cooperativa Unimáquinas, Coopcent ABC, Cooperlimpa, Uniforja, Cooperlafe, Coopertratt e Cooperfor.
Para assistir à cerimônia na íntegra acesse http://www.cmdiadema.sp.gov.br/index.php?p=tv&video=ss-2014-11-11.flv
O crédito das fotos é de Wilson de Sá, da Câmara Municipal de Diadema.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM