Acordo comercial fortalece apicultores do Piauí

Banco de Imagem/Agência Sebrae de Notícias.


Teresina – Os produtores da Central de Cooperativas Apícolas do Semi-Árido Brasileiro (Casa Apis) e da Cooperativa Mista dos Apicultores da Microrregião de Simplício Mendes (Comapi) firmaram acordo de cooperação comercial. O objetivo é aumentar a comercialização do mel, tanto no mercado interno, quanto para o exterior. “Com a parceria, os apicultores adquirem maior poder de barganha, o que contribui para fortalecer o setor”, comenta a consultora do Sebrae no Piauí, Mercês Dias.
Dezesseis contêineres, o que corresponde a 19 toneladas de mel, serão exportados para os Estados Unidos e para a Europa. Cada quilo do produto será vendido a US$ 3,10. “Esse preço diferenciado é resultado da certificação para Comércio Justo ou Fair trade conquistada pela Casa Apis”, acrescenta Mercês. Os requisitos para conquistar o selo de Comércio Justo são responsabilidade social, sustentabilidade e competitividade no setor de agronegócios. Entre os benefícios da certificação está o prêmio repassado aos produtores que fazem parte dessa modalidade de comércio.
Os produtores piauienses já ganharam mais de R$ 60 mil em premiações. Esse montante será aplicado na estruturação das unidades de extração de mel e em equipamentos de classificação do produto, como colorímetros e refratômetros. “O êxito obtido com a comercialização do mel se deve à qualidade do produto, às certificações orgânicas, e à inserção no Programa Alimento Seguro, PAS Mel, e no Comércio Justo”, destaca a consultora do Sebrae.
Em 2011, os apicultores ligados à Casa Apis produziram mais de 700 toneladas de mel, sendo que 500 toneladas do produto foram destinadas ao mercado internacional.
Fonte: Agência Sebrae de Notícias. 

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM