Aliar criatividade e tradição é o segredo de cooperativa da Paraíba

Mulheres da Coopercabrita mostram produtos, frutos de um trabalho que alia tradição com inovação

Mulheres da Coopercabrita mostram produtos, frutos de um trabalho que alia tradição com inovação


Para enfrentar a concorrência, as 15 cooperadas da Cooperativa As Cabritas – Coopercabrita –, de Boa Vista (PB), procuram ficar atentas às tendências, mas sem esquecer da tradição. Fundada em 2004, a cooperativa produz artesanato com chita, um tipo de tecido de baixo custo. O nome é uma referência à força das mulheres do grupo, que elas consideram equivalente à do animal.
“Participamos de muitas feiras e observamos qual a moda do momento. Se são bolsas pequenas, fazemos bolsas pequenas. Muda a estação e nós vamos inventando coisas. É preciso estar sempre dentro da moda”, destaca Cláudia Vitorino, presidente da Coopercabrita.
Um dos destaques da cooperativa são os produtos feitos com chita trançada em teares manuais, em uma técnica criada por Cláudia e mantida em sigilo pela cooperativa. “Muita gente tenta fazer igual, mas não consegue”.
A qualidade dos produtos feitos pela Coopercabrita é reconhecida dentro e fora do País. Na lista de clientes da empresa estão não só lojas da Paraíba, mas também de São Paulo e de Brasília. “Muitos estrangeiros conhecem nosso trabalho nas feiras e compram lá mesmo. Já vendemos para o Canadá, Japão, França e Holanda. Tem uma cliente que é brasileira, mora na Austrália, e faz encomendas para levar para lá”, conta.
“Acho que o segredo para uma cooperativa ter sucesso é combinar capacitação e invovação, mas sem esquecer a tradição”, finaliza a presidente da Coopercabrita.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM