Associação recebe descaroçadeira da Justa Trama

Descaroçadora doada facilitará o preparo do algodão para venda

Descaroçadora doada facilitará o preparo do algodão para venda


A Associação da Escola Família Agrícola da Fronteira, de Ponta Porã (MS), recebeu, na forma de doação, uma descaroçadeira da Cooperativa Central Justa Trama, que viabilizará a venda da produção de algodão que estava estocada desde a safra de 2011.
De acordo com Vítor Carlos Neves, coordenador do setorial da Agricultura Familiar da Unisol, por enquanto, há oito famílias envolvidas na produção de algodão ecológico e, até o final de agosto, serão acrescentadas outras 20. Existe também a intenção de criar novos grupos de produtores nos municípios de Corumbá, Sidrolândia e Bandeirantes.
A descaroçadeira foi doada pela Justa Trama para a Associação da Escola Família Agrícola da Fronteira, de Ponta Porã (MS)

A descaroçadeira foi doada pela Justa Trama para a Associação da Escola Família Agrícola da Fronteira, de Ponta Porã (MS)


A produção de algodão no assentamento Itamarati começou em 2011, mas para ser vendido o produto tinha de ser descaroçado. Como a máquina só começou a funcionar no mês passado, a primeira safra teve de ficar armazenada e, em 2012, para evitar problemas, nem plantação houve.
“A gente fornece para a Justa Trama. A próxima etapa é adquirir uma prensa para produzirmos fardos de pluma (algodão prensado). Isso facilitará o manuseio e o transporte”, comentou. Com a descaroçadeira e a chegada de mais 20 agricultores a associação estima produzir em torno de seis mil quilos de pluma por safra.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM