Brasil conquista importante espaço na China

Foto: Arquivo UNISOL Brasil.


Com o objetivo de defender a participação do Brasil como sede das Olimpíadas Populares, em 2015, Marcelo Rodrigues e Gilson Gonçalves, respectivamente secretário geral e tesoureiro da UNISOL Brasil, e o presidente da Anda Brasil, Ayrton Violento, desembarcaram na China. Lá lançaram oficialmente o calendário de caminhadas com mais de 400 circuitos no Brasil e criaram a Federação Internacional de Esportes Populares na América, com participação do Brasil, Estados Unidos e Canadá.
Não foi dessa vez que os brasileiros levaram o título para casa e quem sediará as Olimpíadas serão os Chineses. Mesmo assim, Violento garante que em 2017 o Brasil pleiteará novamente a sede dos jogos. “Essa foi nossa primeira experiência na China e a expectativa é que em 2013 eles participem do Walking Rio, na cidade maravilhosa. A criação da federação nos dará mais autonomia para divulgar o comércio justo e o turismo responsável”, afirmou.

Foto: Arquivo UNISOL Brasil.


A missão também se estendeu a Canton Fair, uma das maiores feiras comerciais do mundo. O evento é realizado todos os anos desde a primavera de 1957, na cidade de Guangzhou e ocorre duas vezes por ano. O objetivo da equipe UNISOL foi verificar a inovação tecnológica, possibilidade de aquisição de equipamentos, verificar a variação de valores. De acordo com Gonçalves, a expectativa é que o Brasil seja invadido por uma série de produtos fabricados por cooperativas chinesas, com possibilidades de negociação com empreendimentos locais. “A feira retrata bem o mundo atual, globalizado, com itens de qualidade e preços acessíveis”, disse.
A viagem contou ainda com visita a cooperativa de artesãos, em Pequim. Os sócios cooperados produzem objetos decorativos, como dragões chineses e vasos feitos em fios de cobre.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM