Brasil Local Mauá estimula Comissão de Trabalho para instituir o Fórum Municipal de Economia Solidária

O evento ocorreu na Faculdade de Mauá (FAMA) – Rua Vitorino Dell’Antônia, 349 – Vila Noêmia. Mauá (SP). Organizado pela UNISOL Brasil – Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários; a prefeitura de Mauá e a Secretaria Nacional de Economia Solidária, do Ministério do Trabalho e Emprego – SENAES/MTE, contou coma a presença do Poder Público na presença das seguintes secretarias: Secretaria do Trabalho e Renda do Municipio de Mauá – STR – PMM; Secretaria do Desenvolvimento Econômico; Secretaria de Segurança Alimentar – SSA/ PMM; Incubadora Pública de Empreendimentos Populares e Solidários de Diadema (IPEPS); Secretaria de Assistência Social; Secretaria do Meio Ambiente – PMM. Dos seguintes empreendimentos e segmentos: Oléo da Fraternidade – Diocese de Santo André; Dimensão Serviço Diocese de Santo André; COOPERCATA; COOPERMA; COFAZ; COOPTUM; AMADEVI – Associação Mauaense de Deficientes visuais.
Nilton Vasconcelos (STR – PMM) acolheu os presentes apresentou um balanço da secretaria e distribuiu “Diretrizes para Políticas Públicas de Economia Popular e Solidária no Município de Mauá”, texto produzido pelo Departamento de Economia Solidária. Falou também o representante da Secretaria de Meio Ambiente, dando destaque a lei que cria a Política Nacional de Resíduos Sólidos no país, sancionada pelo presidente Lula. Que estabelece como princípio que a sociedade é responsável pelo lixo que produz, fazendo diferença entre o que é resíduo (aquilo que pode ser reciclado ou reaproveitado) e rejeito (o que não se reaproveita). Entre os méritos da nova lei, está a valorização do trabalho dos catadores.
O Presidente da Câmara de Mauá, Vereador Rogério Santana, se colocou. Afirmou mais tarde em seu blog: “A implementação das políticas públicas municipais de economia popular e solidária teve nesta quarta-feira, 20 de outubro de 2010 um grande e importante passo na cidade de Mauá. Realizado no auditório da Faculdade de Mauá, o Seminário “PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO LOCAL E ECONOMIA SOLIDÁRIA” foi promovido e organizado em conjunto pela UNISOL, pela Secretaria Nacional da Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego, pela Secretaria Municipal de Emprego e Renda e por entidades do município, e contou com expressivo número de participantes. Para o Presidente da Câmara de Mauá, Vereador Rogério Santana, presente ao evento, “o papel do Estado e dos governos frente à economia solidária é o de dar-lhe incentivo por meio de políticas públicas que disponham de instrumentos e mecanismos adequados para o reconhecimento e o fomento deste setor”, avaliou o parlamentar. ‘
In: http://vereadorrogeriosantana.blogspot.com/2010/10/vereador-rogerio-e-destaque-em.html
Também o Vereador Marcelo Oliveira se colocou, ressaltando a importância da Economia Solidária para o Desenvolvimento Local.
Noé Cazetta, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura Municipal de Diadema, representando o Fórum Regional de Economia Solidária ABCD, apresentou um panorama da Economia Solidária no Brasil e no Estado.
Representando os empreendimentos tivemos a fala de Armando Octaviano Junior, da Coopercata Mauá.
Fátima Giorlano, articuladora do estado de São Paulo, fez o lançamento do Projeto Brasil Local no município e tornou público o Edital para contratação de Agente de Desenvolvimento Local.
Pe. Cicero Soares Neto, Diocese de Santo André, lembrou-nos que este ano a Campanha da Fraternidade é Ecumênica e tem como tema “Economia e Vida”. Sendo momento em que o atual modelo econômico é denunciado e alternativas na Economia Solidária são apresentadas. Pe. Cícero e Elizama Araújo, liderança comunitária, contribuíram ativamente para realização do Seminário.
Como resultado do evento constitui-se Comissão de Trabalho para instituir o Fórum Municipal de Economia Solidária.


Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM