Campanha mundial incentiva jovens a empreender cooperativamente

Foto: Jess Johnson - Unplash

Foto: Jess Johnson – Unplash


Um mundo em que o maior capital é o ser humano, e não o dinheiro. Em que as pessoas tenham trabalho, direito a voz e participem coletivamente da tomada de decisões. Um mundo possível e necessário no século XXI, com a economia solidária e o cooperativismo como mola que gira a engrenagem.
Com o avanço das novas tecnologias – muitas vezes disputando espaços de trabalho com as pessoas -, com a crescente exigência de experiência para ingressar nas empresas e a crise econômica, a busca de modos alternativos de associação para produção cada vez mais ganha relevância.
Dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) apontam que a taxa mundial de desemprego deverá subir em 2017, representando um aumento de 3,4 milhões de pessoas desempregadas. A informação é do relatório “Perspectivas sociais e do emprego no mundo – Tendências de 2017”, lançado em janeiro deste ano. Ainda segundo a OIT, há cerca de 74 milhões de pessoas com menos de 25 anos desempregadas em todo o mundo.
Cruzando os dados, surgem na equação como forma de equilibrar esse tabuleiro o cooperativismo e a Economia Solidária, em especial a necessidade de disseminar seus princípios, informar e fomentá-la entre os jovens.
A CICOPA – organização internacional que reúne cooperativas da indústria, do artesanato e serviços – acaba de lançar, no dia 30 de janeiro, uma campanha para justamente incentivar os jovens a empreender cooperativamente. “We Own It!” (Isso nos Pertence) pretende divulgar histórias sobre cooperativas e cooperadores para jovens de todo o mundo e inspirar as próximas gerações a seguir esse caminho.
A Unisol Brasil é associada à CICOPA – braço da Associação Internacional de Cooperativas (ICA na sigla em inglês) que representa 68 mil cooperativas de indústria e serviços, as quais empregam quatro milhões de pessoas pelo mundo. O presidente da CICOPA Américas, Arildo Mota, avalia que os princípios do cooperativismo, calcados na democracia e na participação econômica dos sócios, são valores que as pessoas buscam hoje. “Nesse modelo elas têm o direito de falar e serem ouvidas. Muitos jovens dizem que querem isso, mas às vezes não sabem mesmo por onde começar esse processo. Os jovens querem participar coletivamente dos espaços de decisão, ter autonomia, e uma visão mais humanista, que as empresas não têm”.
cicopacampaign

Empreender sim, mas empreender coletivamente

O objetivo da campanha We Own It! é promover o empreendedorismo cooperativo entre os jovens do mundo e criar impacto junto a governos, organizações internacionais e entidades de integração regional em relação ao empreendedorismo cooperativo e ao emprego por meio de cooperativas de trabalhadores e de produtores jovens.
“A discussão sobre a juventude dentro da economia solidária passa por dois caminhos. O primeiro deles é referente à sucessão ou ingresso de pessoas jovens em cooperativas já existentes como forma de trazer inovação, novos públicos e até mesmo diferenciais competitivos. No caso das cooperativas que já existem há muitos anos, os sócios vão se aposentando e é preciso fomentar a participação de jovens para que não acabem. O outro é que o cooperativismo e a economia solidária possuem valores que hoje são muito compatíveis com os modos de fazer da juventude. Existe essa interface muito forte entre o modo de fazer cooperativo e várias dinâmicas da juventude, relacionadas ou não à geração de renda”, define Isadora Santos, diretora da Unisol Brasil, Presidente da Cooperideario da Rede Design Possível.
No Brasil há também a articulação nacional chamada Juvesol, que reúne coletivos, empreendimentos, associações, cooperativas, várias pessoas que buscam fomentar a discussão sobre o espaço da juventude dentro da economia solidária – um debate ainda recente no país -, seja no fomento a empreendimentos de jovens ou da participação deles em instâncias de decisão nas direções de centrais, cooperativas e institutos.

Trabalhando juntos para um futuro cooperativo

A CICOPA Américas tem sido bastante ativa junto à Associação Internacional de Cooperativas no sentido de defender pautas progressistas como a questão da juventude e de gênero na economia solidária. Desde 2004 a Unisol Brasil vem promovendo um diálogo com países do Mercosul e da Europa, participando de intercâmbios com cooperativas de diversos lugares do mundo.
“Começamos a dialogar com México, Canadá, Estados Unidos, Colômbia, Chile, enfim, e percebemos que todos temos os mesmos desafios – legislação, crédito, investimento, diálogo com o setor público. Avançamos muito, em especial de 2006 pra cá. Isso nos possibilitou fazer análises comparativas das leis de apoio à economia solidária e ao cooperativismo, e nos aproximou de parceiros internacionais”, avalia Arildo.
O vídeo “Trabalhando juntos para um futuro cooperativo”, criado de forma colaborativa, compartilha as experiências e motivações de jovens cooperados em nove cooperativas de nove países do mundo. O Brasil é um deles, com o depoimento da Rede Design Possível.
Em comum, esses jovens acreditam que o trabalho colaborativo é essencial para gerir seus negócios. A campanha “We Own It!” quer continuar espalhando histórias sobre cooperativas e cooperados para jovens de todo o mundo.
Para apoiar a campanha, clique aqui.
Assista ao video:

 

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM