Capital do Piauí sedia o maior evento de apicultura do Nordeste

Em dezembro, Teresina sediará a segunda edição do Congresso Nordestino de Apicultura e Meliponicultura, considerado o maior evento do setor realizado na região. Durante o congresso serão discutidas estratégias para o fortalecimento dos setores apícola e meliponícola, através da difusão de conhecimentos e novas tecnologias baseados nos conceitos de preservação ambiental, organização social, gestão e mercado.
“O Piauí é referência em produção e exportação de mel. As boas experiências do Estado no setor apícola serão difundidas durante esse encontro. Os participantes terão também a oportunidade de trocar experiências, além de ter acesso a informações atuais referentes ao setor e sobre as novas tecnologias disponíveis para utilização na atividade”, antecipa o diretor superintendente do Sebrae no Piauí, Mário Lacerda.
Mudanças climáticas e a criação de abelhas será o tema do congresso, cuja programação inclui palestras, oficinas, mini-cursos, conferências, painéis temáticos e rodadas de negócios, além de visita à Central de Cooperativas Apícolas do Semi-Árido Brasileiro, Casa Apis, em Picos; e à Cooperativa Mista dos Apicultores da Microrregião de Simplício Mendes, Comapi.
Entre os temas que serão abordados nas diversas atividades do evento estão: biologia, anatomia e fisiologia das abelhas; melhoramento e sanidade das abelhas; meio-ambiente; formas de integração para maior sustentabilidade da apicultura e meliponicultura do Nordeste; polinização; mercado para os produtos apícolas; flora apícola e meliponícola; certificação; gestão na apicultura; diversificação da produção apícola; inovação em tecnologias apícolas e meliponícolas; entre outros assuntos.
Segundo estimativa da organização do congresso, cerca de duas mil pessoas – entre empresários, apicultores, estudantes, pesquisadores, e outros profissionais – devem marcar presença no evento.
“O modelo de desenvolvimento da apicultura no Piauí é referência para o Nordeste e para o Brasil. No congresso tentaremos mostrar um pouco da nossa experiência no setor para que juntos possamos planejar o desenvolvimento da apiculturura no Estado e na região. Queremos que a apicultura no Piauí, além de sustentável e rentável, seja mais competitiva”, declara o presidente da Federação das Entidades Apícolas do Estado do Piauí, Feapi, Antônio Leopoldino Dantas Filho.
Paralelo ao Congresso acontecerá ainda a II Feira da Cadeia Apícola. Trinta expositores, entre instituições públicas e empresas privadas, participarão da feira, apresentando projetos, ações, equipamentos, insumos, produtos e outros materiais desenvolvidos para o setor.
O II Congresso Nordestino de Apicultura e Meliponicultura é uma realização da Feapi em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí; e Governo do Estado; com apoio da Confederação Brasileira de Apicultura, CBA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Embrapa; Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba. Codevasf; Universidade Federal do Piauí, UFPI, Fundação Banco do Brasil, Companhia Nacional de Abastecimento, Conab; e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, Ifpi.
Maiores informações na Unidade de Atendimento Coletivo Agronegócios do Sebrae no Piauí, localizada no 1º andar do prédio da instituição em Teresina, na Av. Campos Sales, nº 1046, Centro, ou através dos telefones (86) 3216-1333 (86) 3216-1333 / (86) 3216-1375 (86) 3216-1375.
Fonte: Sebrae Piauí.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM