Caravana da Unisol Brasil percorre o interior de São Paulo

Caravana interior SP Wenderson Gasparotto na Aplemar Adamantina 12 08 15 2

Wenderson Gasparotto (de camisa listrada preto e branco) na COLELU em Lucélia (SP). Crédito: Daliane Vesceslau


Como parte de sua missão para dar assistência, consolidar a Economia Solidária e a Unisol SP no interior do Estado paulista, entre os dias 09 e 13 de agosto a UNISOL Brasil (UB) realizou uma caravana percorrendo a região conhecida como ‘alta paulista’. O assessor da UB Wenderson Gasparotto visitou as cidades de Presidente Epitácio; Presidente Venceslau; Dracena; Ouro Verde; Junqueirópolis; Tupi Paulista; Lucélia; Adamantina e Pacaembu. Nesta maratona participaram das reuniões cerca de 80 (oitenta) pessoas entre lideranças das associações e das cooperativas locais e representantes do poder público.
Entre os objetivos da caravana, a Unisol Brasil e Unisol SP buscaram promover a constituição de micro e pequenos empreendimentos autogestionários, os EESs. Entre tantas visitas, comentamos três delas, trazendo mais abaixo imagens dos encontros.
Na primeira reunião, em Lucélia (SP), na Colelu (Cooperativa de Leite de Lucélia), que contou com a presença de João Lima, presidente do EES, do produtor Marcos Lima e de Hélio Pereira, presidente do PT local, a pauta foi promover maior autonomia da atuação da economia solidária na região oeste paulista. 
Em seguida, houve uma reunião na cidade de Ouro Verde (SP) com empreendedores que buscam auxílio para a construção de uma cooperativa de costura, quando o grupo recebeu orientação no processo de formação deste futuro EES.
Na tarde de 12 de agosto de 2015, a visita ocorreu na APLEMAR (Associação dos Produtores de Leite de Adamantina e Região) que produz além do leite e bebida láctea, variados tipos de queijos como mussarela, frescal e meia cura, com os produtos comercializados na associação. Recebidos pelo membro da diretoria Valmir Franco, a finalidade da agenda continuou a discutir a ecosol na região oeste paulista e o seu grande potencial.
Para incentivar a constituição de redes de cooperação entre os empreendimentos da economia solidária, na busca de condições favoráveis de compra, produção, beneficiamento, comercialização e consumo foram visitadas outras associações de produtores na região. E está sendo preparado um encontro para diálogo entre os empreendimentos para o dia 11 de setembro de 2015, ocasião quando além de propiciar uma interação entre os EESs, serão apresentadas as diversas políticas públicas para a Economia Solidária.
Na opinião de Gasparotto “conseguimos visualizar uma razoável integração entre os empreendimentos da economia solidária, seus produtos e serviços, com os programas públicos local em especial a compra de merenda escolar. Porém, notamos uma carência na capacidade de distribuição da produção excedente que não é adquirida pelo poder público”, conclui.

Crédito das fotos: Daliane Venceslau.
Fontes: Wenderson Gasparotto, Daliane Venceslau e Unisol SP.
 
 

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM