Com certificado em mãos

Foi na presença de aproximadamente 400 pessoas que se concretizou a cerimônia de entrega dos certificados aos catadores do Estado de São Paulo que participaram do projeto Cataforte (Curso de Capacitação para o Fortalecimento do Associativismo e Cooperativismo dos Catadores de Materiais Recicláveis). O evento foi realizado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, no dia 16 de abril.
Os catadores e familiares foram recepcionados às 8h com café da manhã. Em seguida cantaram o Hino Nacional e assistiram o documentário Lixo Extraordinário, do artista plástico Vik Muniz. Quem fez questão de prestigiar o evento foi Sebastião Carlos dos Santos, mais conhecido como Tião, um dos personagens principais do filme. Ele é catador e presidente da Acamjg (Associação dos Catadores do Aterro Metropolitano do Jardim Gramacho).
Após assistirem o documentário a atenção se voltou à mesa de abertura da solenidade. Entre os presentes estava o diretor presidente da UNISOL, Arildo Mota Lopes, o secretário geral da UNISOL Brasil, Marcelo Kehdi, o diretor da área de comunicação da Fundação Banco do Brasil, Claiton Melo, o diretor tesoureiro do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Teonilio Monteiro, e Fábio Luiz Cardozo, um dos coordenadores do projeto.
Na ocasião foram ressaltadas as conquistas da Economia Solidária, assim como a importância do trabalho dos catadores e o desafio de atuarem em todas as etapas da cadeia produtiva da reciclagem, desde a coleta até o beneficiamento e a transformação em um novo produto. Ações essas que agregam valor ao material e aumentam a renda dos trabalhadores.
O evento foi encerrado ao som de muita música e de almoço preparado especialmente para os convidados. Agora a expectativa é realizar em maio a formatura de mais catadores, só que dessa vez na cidade de Balneário Comburiu, em Santa Catarina.
A TVT (TV dos Trabalhadores) também acompanhou todo o evento e produziu a reportagem que você acompanha acessando o link: http://www.tvt.org.br/portal/watch.php?id=4608&category=201
Primeiras Turmas – A primeira entrega de certificados pelo Cataforte ocorreu em 12 de março, onde 32 sócio-trabalhadores da Arxan (Associação dos Recicladores Xanxerenses Amigos da Natureza) se formaram em cerimônia realizada no Centro Comunitário da Igreja Matriz, no município de Xanxerê, em Santa Catarina.
Já no dia 19 de março, na cidade de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, foram formados 200 catadores. Alguns deles são da própria cidade e outros desenvolvem atividades em cooperativas situadas nos municípios de Santa Fé do Sul, Jales, Votuporanga, Mirassol, Araçatuba, Birigui e Penapolis. A solenidade foi realizada no auditório da Unesp (Universidade Estadual Paulista).
Projeto – O Cataforte foi iniciado em abril do ano passado. A ação é realizada pela UNISOL com investimentos do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), por meio da Senaes (Secretaria Nacional de Economia Solidária), e Fundação Banco do Brasil. O projeto atendeu um total de 1.200 catadores.
No Estado de São Paulo o Cataforte contempla 42 empreendimentos distribuídos em 22 municípios, sendo que alguns deles estão concentrados no Grande ABC. Já em Santa Catarina o projeto atende 12 instituições em 12 cidades.
 

Catadores posam para foto levantando os certificados recebidos durante a solenidade

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM