Cooperativa de reciclagem a um passo de obter sua sede

Cooperativa de Reciclagem da Vila Pantanal será inserida no projeto da Cadeia Binacional do PET

Cooperativa de Reciclagem da Vila Pantanal será inserida no projeto da Cadeia Binacional do PET


A cessão de um barracão de reciclagem da Prefeitura de Curitiba (PR) para o Parque Tecnológico Social (PTSBrasil) depende apenas de um acordo com relação ao tempo de duração do contrato de comodato. O local abrigará a Cooperativa de Reciclagem da Vila Pantanal e beneficiará, em um primeiro momento, 59 famílias.
Parceiro da Unisol Brasil, o PTSBrasil é um centro multidisciplinar de aglutinação, qualificação e difusão de práticas de transformação que conduzam ao desenvolvimento sustentável e justiça social. Seu objetivo é elaborar, orientar e apoiar ações estruturadas de grupos, entidades, empresas, governo, legislativo, judiciário e organismos Internacionais.
Na quarta-feira (10/07) houve reunião entre o presidente do PTSBrasil, Lutero Couto, e representantes da prefeitura e do estado para tratar da questão. O diálogo avançou para detalhes técnicos referentes ao galpão, construído com recursos de R$ 1,6 milhão oriundos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
Durante o encontro, foi apresentado o projeto de instalação elétrica do barracão e divulgada a informação de que a partir da semana que vem começa o processo de aquisição dos equipamentos. A previsão é de que tudo esteja funcionando em setembro. Agora, só falta a cessão do espaço por meio de comodato. “Queremos que seja por 30 anos, pois assim não ficaremos vulneráveis às mudanças de governo. Projeto social precisa de tempo de maturação para dar certo”, disse Couto.
Na próxima semana haverá outra reunião para definir justamente o tempo de cessão para a cooperativa, um projeto incubado do Parque Tecnológico Social. Enquanto isso, representantes do PTSBrasil negociam com o governo do Rio Grande do Sul a integração deste projeto à Cadeia Solidária Binacional do PET, que envolve Brasil e Uruguai e empreendimentos gaúchos e mineiros.
A Cadeia do PET foi concebida no âmbito da Red del Sur para consolidar o setor de reciclagem da garrafa PET. Abrange desde a catação da garrafa, transformação do PET em flake, até a elaboração de fibra, fio e tecido para confecção de sacolas retornáveis, mochilas, calçados entre outros.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM