Crédito fundiário garante terra a agricultoras familiares em MG

Agricultura Familiar Alimentacao Escolar
As treze agricultoras familiares da Associação Noivas do Cordeiro I, no município de Piedade de Gerais, receberam, neste sábado (23), a escritura de suas terras – financiadas pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). A entrega do documento às beneficiárias será realizada pelo secretário de Reordenamento Agrário (SRA/MDA), Adhemar Almeida. “É gratificante ver o programa de Crédito Fundiário contribuindo para o fortalecimento e a continuidade de uma experiência exitosa de afirmação da mulher trabalhadora rural”, afirma.
A área que abriga a Associação Noivas do Cordeiro I tem 41, 5 hectares e fica ao lado da Comunidade Noivas do Cordeiro, em Belo Vale. A proximidade com a comunidade centenária, que conta com mais de 200 trabalhadoras rurais, tornou ainda mais viável o projeto produtivo de fruticultura e horticultura da associação beneficiária do programa do MDA.
Para as agricultoras, a aquisição da terra garante a sobrevivência da associação. “No principio parecia um sonho tão distante, mas graças ao Crédito Fundiário temos a oportunidade de ampliar nossa comunidade, dando continuidade ao trabalho de uma vida inteira”, conta a presidente da Associação Noivas do Cordeiro I (Agrunoc), Cláudia Almeida.
Segundo Cláudia, elas estão preparando a infraestrutura necessária para ter maior qualidade e eficiência nas lavouras. “A partir de 2015, temos o desafio de buscar novas políticas públicas para a ampliação da área e da produção. Dessa forma pretendemos trazer de volta ao campo o restante dos jovens que foram obrigados a mudar para as periferias de Belo Horizonte”, acredita.
Por serem financiadas pela linha Combate à Pobreza Rural (PNCF/CPR), as beneficiárias não terão que reembolsar os recursos utilizados para investimento em infraestrutura básica e maquinários. Elas receberão ainda o PNCF Mulher, um adicional de R$ 3 mil (não cumulativos) para incentivar a participação das mulheres rurais, organizadas em associações, na elaboração de projetos de interesse específicos.
Mais agricultores beneficiados
Somente no mês de agosto, mais 39 projetos de financiamento para aquisição de terra, pelo PNCF, foram aprovados pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (Cedraf/MG). Quando finalizados, vão atender a mais de 80 famílias de agricultores familiares mineiros.
PNCF
Com juros que variam de 2% a 0,5% ao ano, prazo de até 35 anos para pagar a terra e com Assistência Técnica (Ater) por até cinco anos, o PNCF é uma política pública do MDA criada para que os agricultores familiares sem terra ou com pouca terra possam adquirir imóveis rurais, não passiveis de desapropriação.
O programa possui três linhas de financiamento voltadas para o Combate à Pobreza Rural (CPR) – para a juventude, com o Nossa Primeira Terra (NPT), e para a Consolidação da Agricultura Familiar (CAF).

Fonte: MDA.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM