Declaração de apoio do Cooperativismo Solidário

unicopas_3

O Brasil vive um momento decisivo da sua história, com o segundo turno das eleições presidenciais. Nesta declaração a União das Organizações do Cooperativismo Solidário – UNICOPAS, rede de Cooperativas com abrangência nacional, composta por iniciativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária, com a missão de promover o desenvolvimento com mais inclusão social, se posiciona diante do processo eleitoral, alertando as filiadas e a população em geral para o momento vivenciado pela sociedade brasileira.

  O Brasil vive em meio a um processo forte de desenvolvimento, com equilíbrio entre as diversas esferas e espaços econômicos. Convivemos com várias Políticas Públicas de apoio ao desenvolvimento social e econômico da população. Estes avanços provocam a necessidade de continuidade deste projeto político, por isso a rede de Cooperativas UNICOPAS, declara apoio à eleição da Presidenta Dilma e convoca as organizações filiadas e os cidadãos brasileiros, engajados na defesa deste modelo organizacional, á arregaçar as mangas e sair às ruas, praças, escolas, universidades, locais de trabalho, para conversar com a população e explicitar este posicionamento político.

Foi no Governo de Lula e Dilma que obtivemos espaço e visibilidade para pautar nossos anseios e juntos construirmos políticas estruturantes de fortalecimento do cooperativismo solidário, seja através da criação de departamentos dentro do governo, como também aumento dos recursos federais destinados a promoção do cooperativismo solidário. Não podemos deixar de avançar mais e aprimorar nossas conquistas e esse é momento de arregaçarmos as mangas e lutarmos por nossos objetivos.

Por isso, essa declaração além de anunciar apoio das Cooperativas Solidárias a re-eleição da Presidenta Dilma, convida a todos os cidadãos, para se engajar no processo eleitoral deste segundo turno. Se possível, pedimos que todas as cooperativas façam sua declaração de apoio, anexando fotos e postando nos meios de comunicação, para atingirmos o maior número possível de pessoas na luta pela manutenção de fortalecimento deste projeto político.

A UNICOPAS, com suas filiadas UNICAFES, CONCRAB e UNISOL, quer continuar construindo junto com o Governo Federal, políticas e alternativas para promoção do desenvolvimento. Na construção nunca deixaremos de fazer críticas e cobranças ao Governo Federal, mas temos certeza que a construção só pode ser realizada com quem quer construir. Neste cenário é nosso dever reconhecer os avanços já conquistados e dizer à sociedade brasileira que a vida dos/as Agricultores (as) Familiares e das iniciativas de Economia Solidária melhorou muito com políticas implementadas nos governos Lula e Dilma.

Foram muito importantes as iniciativas de fortalecimento da Agricultura Familiar, na linha do crédito via PRONAF, na comercialização via PAA e PNAE, no ATER via PNATER, na produção com a Garantia do Seguro Agrícola, na Habitação rural e urbana via MINHA CASA MINHA VIDA, na educação através da descentralização das instituições de ensino e implantação de Universidades Federais no interior. Este trabalho e tantos outros precisa continuar.

O projeto do PSDB como já demonstrou quando governou nossa Nação, que não dará continuidade ao projeto político presente. Percebemos que as políticas existentes para Agricultura Familiar e Economia Solidária necessitam ser fortalecidas. Voltar ao cenário defendido pelo Governos anteriores a era do Lula e Dilma, seria um grande retrocesso para nosso segmento.

O país avançou muito no combate à fome e à miséria. A geração de empregos e a recuperação do salário mínimo significaram melhorias significativas da qualidade de vida de muitas famílias e um passo importante, no enfrentamento a desigualdade de renda do país. Nos governos Lula e Dilma, o Estado recuperou a sua capacidade de apoio à Agricultura Familiar e aos Assentamentos de Reforma Agrária através do aumento expressivo dos recursos para financiamento da produção, para assistência técnica e extensão rural, com ampliação do fomento as iniciativas de Economia Solidária.

As organizações do Cooperativismo Solidário já passaram por outros ciclos históricos. Neste processo, sabemos que a conquista de direitos depende de nossa capacidade de organização, e continuaremos pressionando o Governo exigindo mais direitos e políticas adequadas. Sabemos também que o papel do Estado é crucial na disputa de rumos para o país, e que a candidatura do PSDB está associada a retrocessos de nossos processos organizacionais. É por isso que temos a clareza que devemos unir nossas forças para eleger Dilma Rousseff para a Presidência da República.

Pelo Cooperativismo Solidário – Queremos continuar com Dilma

                                                                               UNICOPAS

 UNISOL – CONCRAB – UNICAFES

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM