Delegação uruguaia desembarca no Brasil para o Fórum Social Mundial

Para cumprir mais uma etapa de trabalho no Brasil, a delegação Uruguai desembarcará em Belo Horizonte na próxima terça-feira, dia 24. Com agenda cheia, eles iniciarão as visitas na Coopertextil (Cooperativa de Produção Têxtil de Pará de Minas), em 25 de janeiro. No dia seguinte estarão em Porto Alegre participando das atividades do Fórum Social Mundial, na posse do Conselho Estadual de Economia Solidária e na assinatura dos termos de compromisso no Palácio do Governo. Além disso, haverá debate sobre a Incineração na Contra Mão da Sustentabilidade. Já no dia 27, será realizada segunda reunião entre todos os atores envolvidos na Cadeia Solidária Binacional do PET.
Nelsa Fabian Nespolo, diretora do Difesol (Departamento de Incentivo e Fomento à Economia Solidária), da Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa, do Rio Grande do Sul, também estará participando das atividades do Fórum Social Mundial, junto com representantes de empreendimentos da área de reciclagem e universidades da região.
A delegação uruguaia é composta por sete pessoas, sendo duas representantes do Inacoop (Instituto Nacional de Cooperativismo do Uruguai), três da Coopima (Cooperativa Industrial Maragata), um da FCPU (Federação das Cooperativas de Produção do Uruguai) e o coordenador de encadeamento do projeto Red Del Sur, Juan Pablo Perrachon.
Para José Antônio de Faria, gerente industrial da Coopertextil, o projeto da Cadeia Binacional do PET garantirá novos mercados ao empreendimento. Estabelecida há 14 anos, a cooperativa trabalha com a fibra e o fio do PET. “Estamos em uma região próxima a um pólo calçadista e a fibra da PET tem um nicho muito interessante para essa indústria”, disse Faria.
De acordo com o coordenador geral da Coarlas (Cooperativa de Recicladoras Amigas e Amigos Solidários), Clóvis Eduardo Aguiar da Silva, fazer parte da Cadeia Binacional do PET tem dado mais visibilidade e segurança de que o futuro será bem melhor aos catadores. “A Coarlas junto com outras cooperativas da região já deram entrada na documentação para formalizar a Central de Cooperativas do Vale dos Sinos. Ela funcionará junto com a Cadeia Binacional do PET”, afirmou Silva, que também é coordenador da UNISOL no Rio Grande do Sul.
Dia 26 de janeiro (quinta-feira)
· 9h – Posse do Conselho Estadual de Economia Solidária e assinatura dos termos de compromisso no Palácio do Governo, presença do Governador e do Ministro do Trabalho;
· 17h – Debate sobre: A Incineração na Contra Mão da Sustentabilidade, no Mezanino do Usina do Gasômetro.
Dia 27 de janeiro (sexta-feira)
· 9h – Durante todo o dia reunião da Cadeia do Solidária Binacional do PET, no centro administrativo no plenárinho Paulo Freire;
· 18h – Debate com Boaventura dos Santos, Paul Singer e a ministra Tereza Campelo sobre: Crise Capitalista Mundial x Economia Solidária, no Mezanino do Usina do Gasômetro.

Confira o vídeo da Cadeia Solidária Binacional do PET:

Leia também outra reportagem a respeito do assunto clicando aqui.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM