Design, Artesanato e a Cidade: a exposição que une criatividade e Economia Solidária

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Peças da exposição. Crédito: Rita Escolano


O design como inspiração e possibilidade para a Economia Solidária é o tema da principal exposição “Design, Artesanato e a Cidade” que está acontecendo entre os dias 10 e 16 de agosto, no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista. É composta por quatro eixos – Economia Solidária, Designer Artesão, Artesanato Tradicional e Intervenções Urbanas.
A iniciativa é uma realização da Associação Objeto Brasil e Coletivo Brasil Design, com o apoio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (STDE) e da UNISOL SP.
Na exposição são apresentadas peças de moda ecosolidária, trabalho realizado em parceria com a Associação Brasileira de Estilistas (ABEST), Instituto Ecotece e Mackenzie. E também móveis e objetos de decoração.
O projeto expositivo é da arquiteta e cenógrafa Adriana Yazbek e os objetos, confeccionados por empreendedores da economia solidária. A iniciativa mostra que é possível desenvolver peças de roupas e acessórios por meio da articulação entre estilistas e marcas renomadas com grupos produtivos de economia solidária especializados em costura e artesanato. As peças contém histórias e significados e foram desenvolvidas exclusivamente para a exposição. Os grupos terão geração de renda pois elas serão produzidas em larga escala para comercialização.
Estes grupos produtivos são parte da rede Ecotece. São eles: Fernanda Yamamoto e o grupo Pano para Manga, Vert e Bordadeiras do Jardim Conceição, Heloisa Faria com Botuáfrica e Projeto Retece, Kor Atelier com Projeto Tear e Tecoste, e Flavia Aranha com Oficina dos Anjos – CAPS Itapeva.
A mostra também integra a programação do Design Weekend do Paulista Distrito Design e do Viva Design – Conjunto Nacional.

Fontes: Ecotece.org.br e Assessoria de Imprensa do Projeto na STDE.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM