Discussões fortalecem economia solidária na região do ABC

Participantes debateram diversas propostas para alavancar a economia solidária nas sete cidades da região paulista

Participantes debateram diversas propostas para alavancar a economia solidária nas sete cidades da região paulista


Cooperados e empreendedores do ABC, em São Paulo, estão cada vez mais unidos para lutar pelo desenvolvimento da economia solidária na Região. Uma reunião que ocorreu no último sábado, dia 28, na sede do Consórcio Intermunicipal, já deu mostras desta força.
Na ocasião, os participantes discutiram propostas para alavancar a produção e prestação de serviços de empreendimentos formados por trabalhadores de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. As atividades ocorreram durante o Encontro Regional de Economia Solidária. Espalhados em salas, os grupos foram divididos por interesses comuns.
Após as discussões, todas as propostas coletivas das turmas foram colocadas no papel. O documento único será entregue aos prefeitos da Região do ABC.
“Temos de ter leis regionais específicas e em vigor para que a economia solidária se desenvolva de fato”, afirmou Leonardo Campos, coordenador do Fórum Social do ABCDMRR, responsável pelo encontro de empreendedores do setor.
Na Região, São Caetano do Sul, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra ainda não possuem legislação para o setor. Há leis nas outras cidades, porém, ainda necessitam de regulamentação.
“O poder público precisa dar condições, por meio de projetos e parcerias com a iniciativa privada, para que essas pessoas obtenham trabalho e renda”, complementa Campos.
De acordo com Eugenio Alves Soares, representante da Unisol presente no evento, uma ideia que pode amadurecer com as discussões regionais é a de criar um fundo de economia solidária. “A forma que isso ocorreria ainda é prematura, mas estamos dando o primeiro passo”.
Entre as propostas que já estão no papel, outro exemplo é a de se abrir um centro de referência regional de economia solidária para capacitação de cooperados e empreendedores.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM