Em 29 de outubro o interior de São Paulo ganha uma nova agroindústria solidária: a Coopafabrica

Construção da COOPAFABRICA. Crédito: equipe Coopafarga.

Construção da COOPAFABRICA. Crédito: equipe Coopafarga.

O dia 29 de outubro é uma data importante para a COOPAFARGA, filiada da Unisol Brasil, pois terá a inauguração da COOPAFABRICA, na sede da cooperativa, sonho dos cooperados que se transforma em realidade. Constituída há seis anos, a COOPAFARGA, de Juquiá (SP), vem desenvolvendo um importante papel juntos aos seus cooperados. Ao longo dos anos, os agricultores familiares cooperados, puderam, por meio dos convênios firmados entre as entidades e a cooperativa, ter venda certa do seus produtos. A Cooperativa está localizada no Vale do Ribeira, a menos de 200 km da capital São Paulo. A região do Vale do Ribeira se destaca por ser grande produtora de banana, cultivada principalmente por agricultores familiares.

As entregas dos produtos são feitas dentro dos prazos, atendendo a todas as exigências de qualidade. Isso fez da COOPAFARGA um empreendimento sólido, participante, ativo em programas do governo, como o Programa de Alimentação Escolar (PNAE). O EES é reconhecido em várias regiões do Estado de São Paulo, pelo seu desempenho, pela sua responsabilidade social, pela valorização do pequeno agricultor e os incentivos dados ao agricultor familiar.

Com esta visão e metodologia, a COOPERATIVA vem tornando possível o seu crescimento sócio-econômico e para o melhoramento da vida de seus cooperados. Após análise da capacidade de produção de bananas dos agricultores e da necessidade do mercado consumidor, buscou ajuda para delinear um plano de negócio sustentável. Denominado PROJETO COOPAFABRICA, consistiu na construção de uma indústria de doces de banana, com o incentivo do projeto do GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO – PROJETO MICRO BACIAS II ACESSO AO MERCADO, do qual foi beneficiada na iniciativa de negócios 33-294-001-2012. 

A agroindústria de 350m2 foi construída em propriedade do EES, com aquisições de equipamentos necessários para a produção de doces de banana, a contratação de pessoal capacitado para a execução de mão de obra em todos os setores e ainda nas propriedades envolvidas, e a infraestrutura para o auxílio do produtor para a pós-colheita e manejo das lavouras.

O empenho dos cooperados na instituição possibilitou a COOPAFARGA participar de licitações e de programas governamentais como PAA (Programa de Aquisição de Alimentos- modalidade doação simultânea) via CONAB e o PNAE, assim como junto a outras entidades, para desta forma ter mais possibilidades de vendas, garantindo a comercialização dos produtos dos seus cooperados, principalmente a banana.

A destinação principal dos doces de bananas produzidos pela COOPAFABRICA será o atendimento da alimentação escolar e outros mercados consumidores do Estado de São Paulo.

O grande diferencial dos doces produzidos pela COOPAFABRICA está na qualidade dos seus produtos e na matéria-prima (banana) serem fornecidas pela agricultores familiares cooperados, desta forma agregando valor ao seu produto.

COOPAFARGA cooperados

Cooperados, agricultores e agricultoras familiares da Coopafarga, reunidos. Crédito: equipe Coopafarga.

O projeto viabiliza, por meio de soluções tecnológicas, o desenvolvimento sustentável da referida agroindústria, para um melhor aproveitamento da produção dos agricultores familiares cooperados, na introdução de processos eficientes de industrialização que permitam a absorção pelo mercado consumidor e disponibilizem os produtos durante todo o ano.

Coopafarga bananas SP

Bananas da agroindústria solidária. Crédito: equipe Coopafarga.

A rentabilidade esperada com a produção de doces de bananas pela COOPAFABRICA será positiva para os agricultores familiares, que venderão seus produtos (banana) a um preço melhor.

A COOPAFARGA, através dos agricultores familiares cooperados já produz frutas e verduras legumes e tubérculos á venda para prefeituras para a preparação da alimentação escolar. A demanda por parte das prefeituras, de produtos descascados e pronto, é grande e a cooperativa já esta se adequando para atender esta demanda.

“O desejo é de realizar com plenitude essa vontade de estar em cooperação, sem perder os princípios de produtores familiares e ter suas metas devidas, cumpridas, com uma aceitável condição sócia econômica”, pondera Maria Valdineide da SilvaDiretora Presidente do EES. “Já traçando como estratégia futura o aumento da renda para os agricultores familiares e que seja feita de uma forma direta, que é pagando melhor pelo seu produto, pudemos observar que a implementação desse projeto irá trazer grande aumento na sua renda, pensando ainda na capacitação dos agricultores. Pretendemos capacitar quanto ao uso de tecnologias, mercado e manejo de produto, a fim de evitar desperdício, tendo assim uma melhor produção, com produtos que poderão concorrer de igualdade com o mercado”, ressalta.

Traremos mais informações da inauguração e atividades ao londo dos dias.

Fontes: Coopafarga e Unisol Brasil.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM