Encontro e Assembleia das Cooperativas de Trabalho das Américas

CICOPA 2014-2017

Arildo Mota (de camisa azul, com as flores em frente) após a eleição da equipe de trabalho da CICOPA Américas para o período de 2014 a 2017.


A Terceira Cúpula das Américas foi o local escolhido para a realização da Segunda Reunião de Cooperativas de Trabalho das Américas e da Assembleia Geral da CICOPA Américas, onde um novo Conselho foi eleito e foram apresentadas as mudanças ocorridas nas regras de funcionamento acordadas com a Cooperativas das Américas e com a Organização Internacional da Indústria, Artesanato e Cooperativas de Produtores de Serviços (CICOPA) global.
As atividades começaram com uma palestra sobre o papel da Organização Internacional do Trabalho (OIT) na promoção do diálogo, da negociação e dos acordos para o desenvolvimento cooperativo, que foi apresentada por Philippe Vanhuynegem, especialista sênior de Negócios, Desenvolvimento Rural e Cooperativas, do escritório regional para a América da OIT.
Em seguida, aconteceu um painel, onde foram discutidas as disposições, estratégias, temas e conteúdos da colaboração entre sindicatos e cooperativas de trabalhadores, e o papel do governo no contexto das economias de mercado. Participaram deste painel Arildo Mota Lopes, presidente da Unisol Brasil e da CICOPA Américas, Fabio Arias, secretário-geral da Confederação dos Trabalhadores da Colômbia e Juan Correa, secretário-geral da Federação das Cooperativas de Produção do Uruguai.
O evento continuou com um segundo painel voltado para a questão de como obter capital seguro para as cooperativas de trabalho, um dos pilares do Plano para uma Década Cooperativa. O tema foi abordado a partir da perspectiva de partilha de experiências e visões de cooperativas de trabalhadores e cooperativas de crédito, e contou com a presença dos presidentes da respectiva organização setorial da Aliança Cooperativa Internacional: Jean Louis Bancel, da Associação Internacional dos Bancos Cooperativos (ICBA) e Manuel Mariscal, da CICOPA.
Na parte da tarde, houve a saudação formal do sr. Juan Carlos Cortés González, vice-ministro do Trabalho e Previdência da Colômbia e um workshop sobre as perspectivas para a internacionalização das cooperativas de trabalho, conduzido por Bruno Roelants, secretário-geral da CICOPA.
As propostas para a declaração final Cúpula das cooperativas de trabalho da Cúpula foram:
– Reafirmar a importância e o grande potencial das cooperativas de trabalho como uma ferramenta eficaz para a transformação social, como afirma a OIT e é cada vez mais reconhecido pelos governos e outras instituições no continente.
– Solicitar o envolvimento de todas as instituições nacionais que representam as cooperativas do continente na identificação ativa de cooperativas de trabalhadores que não estão relacionados com a CICOPA Américas, bem como a sua contribuição ativa para o desenvolvimento de federações setoriais onde elas não existem.
– Considera-se que o cumprimento dos objetivos do Encontro e da Década da Aliança das Cooperativas só poderão ser alcançados a partir da construção de uma parceria global, para atingir níveis continentais, envolvendo movimentos sociais, sindicatos, associações de pequenas e médias empresas, as organizações da agricultura familiar, entre outras.
– Liderar a construção de uma mesa-redonda entre os governos, os sindicatos nacionais e os organismos representativos do trabalho cooperativo. Ela terá como objetivo construir um plano de ação de consenso para a promoção do cooperativismo de trabalho associado para a real erradicação de todas as formas de trabalho precário. Esta mesa-redonda será baseada na Declaração Internacional sobre Cooperativas de Trabalho da Aliança Cooperativa Internacional.
Durante a Assembleia Geral houve a eleição dos membros do novo Conselho da CICOPA Américas, composto da seguinte forma:
– Presidente: Arildo Mota,  da UNISOL Brasil;
– Vice-Presidente: lembrar que é designado pela América CICOPA-Norte, entre o CNC e o USFWC e CFWC;
– Secretário: Carlos Acero como titular e o suplente Dario Castillo, respectivamente das entidades ASCOOP e CONFECOOP, da Colômbia;
– Tesoureiro: Javier Elguero, do NCTC da Argentina;
– Suplente 1: Myriam Baez, da CONPACOOP do Paraguai;
– Suplente 2: Dario Farcy, da FECOOTRA da Argentina;
– Suplente 3: João Correia, da FCPU do Uruguai;
Neste evento, a assembleia concordou com a nomeação de Arildo Mota como titular para o Conselho de Administração da ACI-Américas, representando a CICOPA Américas e a integração de um vice-presidente em caráter alternativo.
A assembleia reuniu e aprovou o Plano de Trabalho 2015-2016, que contém um quadro de valores, missão e visão da entidade e as principais diretrizes para cada um dos cinco pilares do Plano Cooperativo para a Década.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM