Entidades se reúnem por um investimento responsável

Representantes da UNISOL Brasil estiveram com as agendas cheias durante um dos mais importantes eventos sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. Uma das atividades foi o seminário “Políticas Inovadoras para o Investimento Responsável”, realizado no prédio do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), no dia 20 de junho. A ação foi promovida pela instituição financeira em parceria com a UNISOL Brasil, Unitrabalho e financiada pela Fundação Rockefeller.
O evento se baseou em três painéis, sendo que o primeiro foi o lançamento do IIPC. Trata-se de Rede Colaborativa sobre Políticas de Impacto de Investimento, que inclui mais de 30 organizações participantes em 15 países, pesquisando ativamente e aconselhando os governos diretamente, além de envolver gestores públicos e investidores. A mesa de abertura contou com a presença do diretor presidente da UNISOL Brasil, Arildo Mota Lopes.
Já o segundo painel apresentou a Economia Social e Solidária – Construindo Oportunidades de Investimento Responsável, que contou com a participação do diretor secretário geral da UNISOL Brasil, Marcelo Rodrigues. Na ocasião, foi questionado o direcionamento de investimentos via novos fundos ou outras estruturas para os empreendimentos de Economia Solidária e como as políticas públicas podem promover essas formas inovadoras de fazer negócio.
Para finalizar os trabalhos, os participantes da mesa debateram o tema Investimento Responsável em Larga Escala e o Papel dos Intermediários Financeiros. O debate deixa claro que este mercado dificilmente será sustentável sem a participação de investidores institucionais locais, incluindo fundos de pensão, seguradoras e bancos e os intermediários de alta qualidade.
De acordo com Lopes, o grande desafio da UNISOL Brasil é a necessidade de um marco regulatório, do fácil acesso ao crédito e investimentos em inovação tecnológica. “Estamos trabalhando para constituir um fundo de capital social e a UNISOL faz parte deste debate, pensando na distribuição de renda justa e no consumo sustentável. Eu parabenizo o BNDES por mais essa iniciativa”, afirmou o presidente da UNISOL Brasil.
Para Rodrigues, a troca de experiências, mesmo com visões distintas, é sempre um motivo para aprender mais. “Nossa missão é a representação política, econômica e social. A UNISOL Brasil e o Movimento Sindical, com base na CUT, resolveu criar um Fundo de Investimento Solidário, somando forças a outros investidores para desenvolver um projeto sustentável em favor da Economia Solidária”, explicou.
[nggallery id=79]

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM