Filme sobre Cooperativismo Social – Si Può Fare (Dá para Fazer)

Em nosso país existem diversos empreendimentos coletivos desenvolvidos por:
 
 
a) deficientes físicos e sensoriais;
b) deficientes psíquicos e mentais, as pessoas dependentes de acompanhamento psiquiátrico permanente, e os egressos de hospitais psiquiátricos;
c) dependentes químicos;
d) egressos de prisões;
e) condenados a penas alternativas à detenção;
f) adolescentes em idade adequada ao trabalho e situação familiar difícil do ponto de vista econômico, social ou afetivo
 
Em nosso país existe diversos empreendimentos coletivos desenvolvidos por:
 
 
a) deficientes físicos e sensoriais;
b) deficientes psíquicos e mentais, as pessoas dependentes de acompanhamento psiquiátrico permanente, e os egressos de hospitais psiquiátricos;
c) dependentes químicos;
d) egressos de prisões;
e) condenados a penas alternativas à detenção;
f) adolescentes em idade adequada ao trabalho e situação familiar difícil do ponto de vista econômico, social ou afetivo.
 
 
No entanto a não regulamentação da LEI No 9.867, DE 10 DE NOVEMBRO DE 1999 e o conjunto de vetos recebidos, faz da mesma inócua para o fortalecimento e o desenvolvimento das cooperativas sociais. Nesse sentido o filme Si Puo Fare (Dá para Fazer), sobre a experiência das cooperativas sociais italianas, se torna um importante instrumento de reflexão para o desenvolvimento de uma mobilização e discussão em nosso país sobre uma legislação eficaz para a inserção no trabalho dessas populações. Como o filme afirma: Dá para Fazer!
 
 
Assista conosco o Filme Dá para Fazer no VideoClube do Conselho Regional de Psicologia – SP, dia 12 de março (sexta-feira) as 19hs (legendas em Português). Rua Arruda Alvim, 89 – Jd. América -SP (próximo ao Metrô Clínicas).
 
 
Sinopse: Nello, um sindicalista afastado do sindicato por suas ideias avançadas, se vê dirigindo uma cooperativa de doentes mentais, ex-pacientes dos manicômios fechados pela Lei Basaglia. Acreditando firmemente na dignidade do trabalho, ele convence os sócios a substituir as esmolas assistencialistas por um trabalho de verdade, inventando para cada um, uma atividade incrivelmente adaptada às respectivas capacidades, mas indo também de encontro às inevitáveis e humanas contradições.Um tema importante, tratado com humor e delicadeza, divertido e comovente, que pode parecer uma bonita fábula, mas que na verdade retrata uma realidade atual. Mais uma pérola do cinema italiano!
 
 
Ficha Técnica:
Título Original: Si può fare
País de Origem: Itália
Gênero: Drama/ Comédia
Tempo de Duração: 110 minutos
Ano de Lançamento: 2008
Direção: Giulio Manfredonia
 
 
Elenco:
Claudio Bisio…Nello
Anita Caprioli…Sara
Giuseppe Battiston…Dottor Federico Furlan
Giorgio Colangeli…Dottor Del Vecchio
Andrea Bosca…Gigio
Giovanni Calcagno…Luca
Michele De Virgilio…Niki
Carlo Giuseppe Gabardini…Goffredo
Andrea Gattinoni…Roby
Natascia Macchniz…Luisa
Rosa Pianeta…Enrica
Daniela Piperno…Miriam
Franco Pistoni…Ossi
 
http://economiadostrabalhadores.blogspot.com/
 

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM