Integração entre cooperativas é um dos desafios da economia solidária

Evento, que contou com a participação de representantes da Unisol Brasil, foi visitado por cerca de 200 mil pessoas de vários países

Evento, que contou com a participação de representantes da Unisol Brasil, foi visitado por cerca de 200 mil pessoas de vários países


A necessidade de integração entre as cooperativas foi um dos pontos discutidos durante a 2ª Feira Mundial de Economia Solidária, realizada entre os dias 11 e 14 de julho, em Santa Maria (RS). Além da feira mundial, a cidade gaúcha abrigou simultaneamente o 2º Fórum Social e a 20ª Feira Estadual do Cooperativismo. Representantes da Unisol Brasil estiveram presentes nos eventos.
“A integração é um dos grandes desafios para a economia solidária. Um exemplo é que ainda não é muito comum que uma cooperativa de reciclagem forneça matéria prima a uma cooperativa de artesanato”, destaca Clóvis Eduardo Aguiar da Silva, secretário de Resíduos Sólidos da Unisol Brasil.
Na carta produzida ao final dos eventos, além de ressaltar a necessidade do trabalho integrado entre cooperativas e associações, os participantes cobram a criação de um marco legal para a economia solidária e o consumo responsável.
Cerca de 200 mil pessoas visitaram o Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, onde os eventos estavam sendo realizados. Dentre eles, os representantes de delegações de 27 países, como Alemanha, Estados Unidos, Cuba, Filipinas e Senegal.
Secretária de Setoriais da Unisol Brasil, Miriam Pocebon ressalta a importância de eventos desse tipo para a troca de experiências. “É interessante para que possamos ficar a par do que acontece nesse cenário, para saber as novidades”, ressalta.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM