Justa Trama se prepara para produzir com algodão colorido

O objetivo agora é aumentar o portfólio de produtos sustentáveis da empresa.

O objetivo agora é aumentar o portfólio de produtos sustentáveis da empresa.


Cooperativa Central Justa Trama se prepara para iniciar ainda este ano a produção de roupas com o algodão especial. A cooperativa reúne sob uma mesma marca empreendimentos dos ramos plantio de algodão, artesanato, tecelagem e confecção em todo o País. O empreendimento já produz peças de algodão tingidas com pigmentos naturais. O objetivo agora é aumentar o portfólio de produtos sustentáveis da empresa.
“Fizemos um estudo de mercado e notamos que o algodão colorido é muito valorizado pelo mercado de brindes coorporativos, pela questão ambiental”, explica Nelsa Nespolo, presidente da Justa Trama.
O projeto teve início em 2010, com as negociações entre a Justa Trama e a Apoms (Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul) para o plantio do tipo colorido. A primeira safra foi no ano passado.
Hoje, a cooperativa corre atrás de uma parceria para fazer a prensagem da produção, para então iniciar a industrialização da polpa colorida. O trabalho de transformação do algodão em tecido ficará a cargo da Coopertextil, de Minas Gerais. “A intenção é que até 2014 tenhamos o equipamento próprio para fazer esse serviço”, completa Nelsa.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM