Liberação de agrotóxicos no Brasil é tema de encontro na embaixada do Reino Unido

Representantes das embaixadas da Austrália, Reino Unido, EUA, Nova Zelândia, Argentina, EU, Canadá e México estiveram reunidos ontem (4), na Embaixada do Reino Unido, com representantes dos movimentos e entidades brasileiras FE Act Brasil/CESE, MAB, União dos Povos Indígenas do Vale do Javari, FIAM, APIB, Resex, Unisol Brasil, CIMI e PAD/Heks para discutir diversos temas de violações e ataques à direitos que tem acontecido no Brasil.
 
A liberação dos agrotóxicos e o ataque aos Conselhos estiveram em pauta. ”Apresentamos o número de agrotóxicos no Brasil que entra em choque com a legislação da UE e de outros países. Denunciamos a contaminação do solo, água e alimentos, bem como, o impacto as comunidades tradicionais”, conta Léo Pinho, presidente da Unisol Brasil e do CNDH, presente na reunião. “Apresentamos, também, uma radiografia da situação atual dos conselhos no Brasil que demonstra que o governo atual acabou com diversos conselhos e outros, apesar de estarem legalizados, não efetivou o funcionamento, como é o caso do o CNES – Conselho Nacional de Ecosol”, completa Pinho.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM