Miniabatedouro de Cuiabá recebe emenda para ampliar espaço

O miniabatedouro de frangos do Cinturão Verde do bairro Pedra 90, em Cuiabá (MT), recebeu uma emenda parlamentar e está trabalhando para ampliar o espaço e assim conseguir abater mais aves. Com o empreendimento atual, mesmo ainda não estando em funcionamento, seria possível abater 300 aves por dia, com as mudanças a expectativa é que esse número dobre.
Este ano, o miniabatedouro recebeu a emenda, que já está disponível, no valor de mais de R$250 mil, e agora técnicos trabalham em ajustes do projeto para poder começar as obras. Com a ampliação a ideia é que o empreendimento atenda a cooperativa e algumas comunidades ao redor.
“Há um abate clandestino na cidade, essa foi uma das principais preocupações da diretoria da Agricultura para construir esse abatedouro”, explicou Geraldo Donizete Lúcio, coordenador da UNISOL Brasil no Estado de Mato Grosso e agente técnico da Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur).
O projeto do abatedouro teve início em 2009. Porém, apesar das instalações já estarem prontas, até o final do ano passado, o local aguardava a concessão da licença ambiental para poder operar. Agora, com as novas obras ainda por iniciarem, não há uma previsão para que o local comece a funcionar.
Visita
Em outubro do ano passado, o representante da UNISOL Brasil, Geraldo Donizeti Lúcio, e um outro técnico da Sedtur visitaram o local para orientar os representantes da Coopercint (Cooperativa de Produtores Rurais do Cinturão Verde do Pedra 90) – empreendimento responsável pelo espaço, a respeito das obras finais de preparação do abatedouro.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM