Por tecnologia, Unisol/BA e Cooperest fazem parceria com biofábrica de Cacau.

A biofábrica de Cacau em Ilheus (BA), recebeu a Unisol Bahia e a Cooperast neste domingo(?) (X/6), para juntos definirem um futuro que permitrá à Bahia absorver a tecnologia que a OS é capaz de produzir quando o assunto são as mudas de cacau, abacaxi, mandioca, goiaba e graviola. A biofábrica possui um laboratório de micropropagação – o terceiro da América Latina – e com esta estrutura resolveria 80% a 90% da necessidade de mudas para todo o estado da Bahia. Ela tem 60 hectares, sendo quatro hectares de viveiros com capacidade de produção de 8 milhões de muda ao ano. Do outro lado a Unisol representa mais de 200 empreendimentos da economia solidária, cujo setorial mais representativo na Bahia é a agricultura familiar, atuando com projetos que visam o fortalecimento do manejo e principalmente da capacidade de comercialização destes produtos. A Cooperast é um empreendimento de sua base filiada. Juntos, membros das três entidades pensaram estratégias e modelos que viabilizem o acesso do agricultor familiar a toda esta tecnologia social, que seria um diferencial na capacidade produtiva do estado da bahia. Dentre os assuntos abordados, a agroecologia foi o principal tema. Ao final do encontro, foi celebrada parceria cujo alicerce está voltado para os eixos da produtividade, da capacitação e da comercialização. A presidenta da Unisol Bahia, Anne Sena, comemorou a parceria. “Mais uma vez, a economia solidária se mostra como o caminho mais acessível e capaz da retomada econômica e social que o Brasil merece em tempos tão caóticos e difíceis.”

Post a Comment

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM