Prefeitura de São Paulo realiza a 6ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e inaugura Centro de Referência

 A capital paulista é uma das primeiras a aderir ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN), que atribui ao município ações para promover o direito humano à alimentação adequada
 No próximo dia 26 de junho, a partir das 13h, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE) abre a 6ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional – organizada pelo Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (COMUSAN). Na oportunidade, será realizada a inauguração do Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional e a adesão da cidade São Paulo ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN) – um dos principais destaques do evento. “É uma oportunidade histórica para a população da maior cidade do país, poder definir estratégias e diretrizes garantindo o direito humano à alimentação adequada e saudável, por meio da efetivação de novas políticas públicas”, afirma o supervisor geral de abastecimento da SDTE, Marcelo Mazeta.
 Sobre a 6ª Conferência Municipal
Precedida por sete pré-conferências macrorregionais, a 6ª conferência vai reunir, nos dias 26 e 27 de junho, centenas de delegados (integrantes da sociedade civil e do poder público) e os 84 membros do COMUSAN (entre titulares e suplentes) para debater propostas da construção de políticas para o Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional. Com o tema “Comida de verdade no campo e na cidade: por direitos e soberania alimentar”, a conferência abrirá a discussão sobre a produção dos alimentos até a chegada à mesa de cada cidadão. Na programação do evento serão discutidos três eixos temáticos: (1) Comida de verdade: avanços e obstáculos para a conquista da alimentação adequada e saudável. (2) Estratégias para criação de políticas públicas. (3) Adesão e participação social no SISAN.
 Sobre o Centro de Referência
O Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional é um equipamento público, resultado do compromisso do governo municipal no combate à pobreza, à exclusão social e estímulo aos hábitos alimentares saudáveis da população. O espaço (localizado à Rua Gastão Madeira, nº 150, Vila Maria Alta) tem como objetivo a ampliação, pesquisa e monitoramento dos diversos aspectos da segurança alimentar e nutricional, incluindo avaliação de políticas públicas como estratégia de um plano regional; além de apoiar e promover a interação entre diferentes áreas do conhecimento, visando o desenvolvimento de ações e programas relacionados à garantia do direito humano à alimentação adequada. É meta do centro realizar ações de educação alimentar e nutricional e facilitar o acesso regular ao alimento de qualidade, além de estimular e promover estratégias para a geração de renda com foco na alimentação saudável e inclusão social, desenvolver iniciativas voltadas ao consumo consciente de alimentos. O centro também conta com um banco para o recebimento de alimentos por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do governo federal.
 Sobre a adesão ao SISAN
O SISAN é um sistema que tem por objetivo a organização das ações na área da Segurança Alimentar e Nutricional e articulação entre o poder público e a sociedade civil para a gestão de políticas públicas voltadas à alimentação e, também, lança princípios e diretrizes para o trabalho integrado entre entes federados, sociedade civil e instituições privadas (com ou sem fins lucrativos). O SISAN atribui ao município a necessidade de adotar ações que permitam respeitar, proteger e promover o direito humano à alimentação adequada.
 
Serviço
 
6ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional
Dias: 26 e 27 de junho de 2015
Horário: a partir das 13h
Endereço: Rua Gastão Madeira, nº 150 – Vila Maria Alta
 
fonte: SDTE

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM