Produto orgânico é alternativa de alimentação saudável

Produção de alimentos orgânicos requer cuidados especiais

Produção de alimentos orgânicos requer cuidados especiais


Uma pesquisa realizada pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) com 11,4 mil brasileiros entre 15 e 29 anos, aponta que a alimentação saudável é a principal preocupação de 70,1% dos jovens. E dentro desse cenário, quem se favorece são as empresas que investem na produção de alimentos orgânicos, que não contam com o uso de agrotóxicos e outros produtos químicos em sua produção.
Este é o caso da Coomapi (Cooperativa Mista dos Apicultores da Microregião de Simplicio Mendes). Filiada à Unisol Brasil desde dezembro de 2008, a fabricante de mel possui selo de Produto Orgânico certificado pelo Ministério da Agricultura.
Gerente da cooperativa, Paulo José da Silva ressalta que a produção orgânica exige uma série de cuidados, que incluem o controle do produto, dos 582 apicultores cooperados e da industrialização.
“As colmeias, por exemplo, precisam estar localizadas em áreas livres de agrotóxicos em um raio de três quilômetros. Na industrialização, é necessário evitar que o produto orgânico entre em contato com outros produtos não-orgânicos”, explica.
E foi justamente a alimentação saudável o tema escolhido pela ONU (Organização das Nações Unidas) para o Dia Mundial da Alimentação 2013. Celebrado em 16 de outubro, a data propõe uma análise dos impactos da produção de alimentos no meio-ambiente.
Para Silva, da Coomapi, a produção de produtos orgânicos, além de ser lucrativa, permite a preservação dos recursos naturais. “Não é a geração de riqueza apenas por gerar. É produção com consciência ambiental”, finaliza.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM