Projeto Brasil Local, leva seminário à Guarulhos, SP

As 33 pessoas que estiveram presentes tiveram a oportunidade de conhecerem o Projeto Brasil Local, apresentado pela articuladora do projeto no estado de São Paulo, Fátima Giorlano. O público foi composto por representantes de várias Secretarias de Governo que trabalham com Empreendimentos Solidários: Secretaria da Habitação, Secretaria de Trabalho – GR – Geração de Renda; Secretaria de Serviços Públicos; Secretaria do Meio Ambiente; CFSS – Coordenadoria do Fundo Social de Solidariedade; SASC – Secretaria de Assistência Social e Cidadania; bem como representantes de cooperativas: Coopereciclável; Cooperativa Doce Futuro, Cooperativa Coopercape, ECOCERTO. Questões a implantação do Projeto, o desempenho dos (as) Agentes de Desenvolvimento Local e dos recursos disponíveis para o projeto foram esclarecidas.
Marccella Lopes Berte, Assessora técnica da UNISOL Brasil no Estado de São Paulo, apresentou a Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários, suas ações e a importância da articulação dos empreendimentos, da cooperação entre empreendimentos, o estabelecimento de parceria e a preocupação com a Comunidade para a construção de Desenvolvimento Local Sustentável e Participativo.
O estimulo e acompanhamento para constituição de Empreendimentos Econômicos Solidários, em Guarulhos, se estabelece enquanto ação das Secretarias presentes, no entanto não há um espaço especifico de construção de políticas municipais de Economia Solidária. A presença de um projeto como o Brasil Local traz expectativa da possibilidade de levantamento de demandas deste segmento e para proposição de estratégias para estabelecimento de ações que busquem superá-las.
Ressaltou-se a importância de aproximação com as Universidades, que poderiam contribuir na sistematização das experiências, e na orientação para estabelecimento de tecnologias que contribuam no fortalecimento dos empreendimentos.
Maria Helena Gonçalves, da Secretaria de Serviços Público, reforçou a adesão ao projeto e lembrou da aprovação da lei de resíduos sólidos que trará muitas oportunidades de negocio e a necessidade de fortalecer os empreendimentos e redes.
Outra questão que mereceu destaque foi a questão da COMERCIALIZAÇÃO que se demonstra deficiente, acontecem feiras em Guarulhos, no entanto, apresentou-se a necessidade de formas permanentes de escoação dos produtos.
O Seminário foi encerrado com a apresentação do edital para contração de dois Agentes de Desenvolvimento Local que serão selecionados para implementação do projeto em Guarulhos.


Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM