Projeto cria plano de negócios para cadeia do leite no Paraná

A Unisol Brasil (Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários), a partir de convênio firmado com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e a Fundação Banco do Brasil, começou a desenvolver um estudo que possibilitará estruturar a cadeia do leite no Paraná, com base no trabalho de cooperativas voltadas à economia solidária.

jean-bergevin

Jean Bergevin na sede da Unisol Brasil


De acordo com o assessor da direção executiva da Unisol, Alexandre Antônio da Silva, o projeto tem como base uma metodologia de trabalho desenvolvida pela entidade Desenvolvimento Solidário Internacional (DSI), sediada na província de Quebec, no Canadá. “A metodologia foi traduzida e adaptada para a realidade brasileira para implantarmos nos empreendimentos ligados à economia solidária aqui no Brasil”, explicou.
O primeiro estágio para que tudo seja implementado está em fase de conclusão. Ou seja, até agora, foi realizado um diagnóstico da parte associativa, mas, para finalizar esta etapa, os consultores envolvidos ainda precisam entregar um plano de negócios para a implantação de uma fábrica que funcione dentro dos conceitos da economia solidária. O documento já começou a ser desenvolvido. “Os produtores sabem muito bem o que querem. Por essa razão, esse trabalho envolve o acompanhamento e a validação do plano em questão por parte das pessoas envolvidas e diretamente interessadas no projeto”, afirmou Jean Bergevin, assessor da DSI, que acompanha o trabalho feito pela Unisol.
O projeto envolve seis cooperativas e uma central de associações de empreendimentos solidários. No total, beneficiará em torno de 11 mil famílias, todas de assentamentos da reforma agrária espalhados por diversas cidades paranaenses. Ao contrário de empreendimentos tradicionais, que visam o lucro, o plano de negócios apresentado tem como objeto central o próprio empreendedor. A meta é permitir que os envolvidos tenham rendimento que garanta vida digna a eles e a seus familiares.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM