Rede Solidária em formação no Mato Grosso: Unisol assessora projeto que une agricultura familiar e desenvolvimento sustentável

Apicultores no Núcleo de Produção Cinturão Verde

Apicultores e o assessor técnico Geraldo Donizete (no centro) no Núcleo de Produção Cinturão Verde

Sensibilização, mobilização, motivação, inovação e capacitação são os valores que estruturam a formação da Rede Solidária, no estado do Mato Grosso. É uma rede formada por cinco associações e uma cooperativa, sendo três empreendimentos – associações – de comunidades Quilombolas Tradicionais com sistemas similares de produção, um empreendimento – associação – produtor de mel com abrangência em vários municípios do Pantanal e dois empreendimentos, sendo uma cooperativa e associação, localizados numa área comum de atuação, praticando atividades diferentes, sendo uma a avicultura e a outra, em derivados da cana-de-açúcar.

Com atuação em três municípios do Território da Cidadania Baixada Cuiabana, Cuiabá, Poconé e Nossa Senhora do Livramento, ela tem por objetivo a organização de ações colaborativas entre os empreendimentos solidários, em busca de um melhor desempenho com resultados comerciais, capaz de fortalecer os agentes locais. 

Em comum, a Rede tem o foco no desenvolvimento do capital social e do capital humano, bem como o aperfeiçoamento dos processos de criatividade e dos fluxos de produção, aspectos essenciais para o setor da agricultura e da agroindústria, contribuindo para produção associada ao turismo em geral e ao turismo rural na agricultura familiar. A vantagem do projeto está na ampla demanda, uma vez que o grande mercado potencial é o institucional, com os Programas Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). No município de Cuiabá, por ser a capital do Estado de Mato Grosso, é onde está localizado o maior mercado consumidor, nas seis feiras livres que acontecem diariamente nos bairros, totalizando 60 feiras mensais, e ainda, na Central de Comercialização do Agricultor Familiar (CECAFEs), no Centro Atacadista de Hortifrutigranjeiros no Mercado Varejista de Hortifrutigranjeiros, nas agências de eventos, hotéis, bares e restaurantes e outras empresas. 

Fazem parte da Rede os seguintes empreendimentos: ASSOCIAÇÃO DO NÚCLEO DE PRODUÇÃO RURAL MISTA DO CINTURÃO VERDE, de Cuiabá (MT), com 140 associados e produtora de derivados de cana-de-açúcar; ASSOCIAÇÃO DA COMUNIDADE NEGRA RURAL QUILOMBLO RIBEIRÃO DA MUTUCA, de Nossa Senhora do Livramento (MT), com 230 associados e que produz quiabo, maxixe, cará, rapadura, melado, entre outros; COOPERATIVA DOS PRODUTORS RURAIS DO CINTURÃO VERDE DO PEDRA 90 – COOPERCINT, de Cuiabá (MT), com 35 associados, que produz frangos caipiras; ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E AGRICULTORAS AFRODESCENDENTES DA COMUNIDADE TRADICIONAL CAPÃO VERDE – AGRIVERDE, de Poconé (MT), com 23 associados e produtora de derivados de banana; ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES FAMILIAR DA COMUNIDADE SÃO JERÔNIMO, de Cuiabá (MT) com 190 associados, que produz mandioca, milho, mamão, laranja, farinha de mandioca, abacaxi e outras variedades; ASSOCIAÇÃO DE APICULTORES DO ESTADO DE MATO GROSSO, de Cuiabá (MT) com 37 associados, e fabricante de mel.

A proposta da Rede Solidária é a de proporcionar aos Agricultores Familiar de cada empreendimento a capacidade de interagir, cooperar, colaborar e obter, a partir de uma ação em rede, obterem resultados que não seriam possíveis de atingir agindo isoladamente, vislumbramos a otimização de recursos, aumento da capacidade de produção e escoamento, acesso ao mercado institucional e convencional e melhoria da capacidade inovadora, obtenção de crédito e ampliação das estruturas produtivas organizadas, articulação sempre em redes para o desempenho da comercialização, de forma a obterem vantagens comparativas significativas na disputa por mercados local, regional, nacional com possibilidades para o internacional.

Uma Rede deste porte não poderia deixar de contar com parceiros. São eles: a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura familiar (SEDRAF), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Turismo (SEDTUR), oConsórcio Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Cuiabá, a Delegacia Regional do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA)/Território da Cidadania da Baixada Cuiabana; o Consórcio Regional de Desenvolvimento da Baixada Cuiabana, a Associação dos Municípios Potenciais Turísticos de Mato Grosso (AMPTUR), as Câmaras e Prefeituras Municipais e os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais onde a Rede atua, e o Instituto Prol Natureza, Cultura, Agricultura e Turismo (PRONATUR).

Quilambolas Capao Verde

Reunião de quilambolas de Capão Verde (AGRIVERDE)

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM