Regiões do País mostram histórias de empreendimentos econômicos solidários: fala cooperado e ARPA, de Manaus.

Raul Lima com crianças parte de projetos da ARPA. Crédito: ARPA.
Colaborador do projeto com crianças, parte de projetos da ARPA. Crédito: ARPA.
Na segunda edição da Revista Unisol Brasil, o foco é na juventude e em alguns casos, juventude, cultura e educação.
Despertar a consciência ambiental de crianças e adolescentes tem sido parte da missão da ARPA – Associação de Reciclagem e Preservação Ambiental, de Manaus (AM) filiada da Unisol Brasil. Oficinas de boas práticas ambientais e artesanato à partir de lixo reciclável e palestras de mobilização estão envolvendo mais de mil crianças em 2015, para abordar o problema do lixo por meio do processo de educação ambiental.
Desde de 2014, a assessoria local da UB tem atuado na capacitação e orientação para a autogestão do empreendimento, articulado e contribuído para o desenvolvimento da ecosol no município. Denominado de ‘Projeto Recicla’, três escolas municipais da zona leste de Manaus tem recebido as ações que incluem, de forma lúdica e divertida, a instalação de postos de coleta voluntária. Foi idealizada uma cartilha de educação ambiental para os professores, educadores populares e lideranças comunitárias guiarem as pessoas sobre a implantação da coleta e a doação dos resíduos para a ARPA.
Fala Coop N Projeto Recicla Folder Credito SIMASA
O material teve os patrocínios do Banco da Amazônia e do Governo Federal. Cerca de 800 estudantes estão sendo contemplados com as iniciativas e desta forma se pretende sensibilizar a comunidade no melhor controle ambiental dos resíduos e criar multiplicadores de boas práticas sustentáveis no âmbito escolar. “Persuadimos os alunos para que possam levar materiais como garrafas pet, embalagens tetra park e outros similares para a escola, que serão depositados num big bag (grande saco) disponível, e periodicamente fazemos a retirada do material.
Nas imagens abaixo, o projeto, e na última, Raul Lima, da ARPA. (crédito:ARPA).
Estudante FALA COOP NORTE RECICLA Coordenador + criança Credito ARPA Fala Cooperado RaulLima
Essa simples doação e separação minimiza o trabalho dos catadores que sobrevivem com a venda desses itens para a indústria”, explica o presidente da ARPA, Raul Lima. Na cartilha, são ensinadas novas práticas, como a coleta seletiva. Lima destaca: “ela é importante para minimizar as dificuldades enfrentadas pelos catadores, que são profissionais que atuam no recolhimento do material, sobrevivem do material descartado, fazendo sua parte e buscando destinar corretamente os materiais recicláveis, o que representa gerar renda e oportunidades e ao mesmo tempo garantir um meio ambiente saudável, livre de doenças e contaminação”, reitera.
Fontes: ARPA e Unisol Manaus.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM