Representantes da Conosud e Fiare chegam ao Brasil para o 3º Congresso UNISOL Brasil

No dia em que antecede o Seminário Nacional e 3º Congresso da Unisol Brasil, o presidente da Conosud (Associação de Cooperação Internacional Norte-Sul) Salvador Goya Roset e o presidente da Banca Ética Fiare Espanha, Peru Sasía, já estão no Brasil para o debate de ideias que visa desenvolver a relação entre os países, a fim de promover projetos de centrais de cooperativas, dentro Economia Solidária.
As autoridades participarão dos painéis Crédito e Finanças Solidárias; Economia Solidária e o Cenário Internacional, que acontece durante o primeiro dia do seminário, a ser realizado no Cenforpe Ruth Cardoso, em São Bernardo do Campo, amanhã.
Em entrevista à UNISOL Brasil, Roset falou sobre a crise europeia que afeta a Espanha, relatando que 25% da população ativa está desempregada. Para ele, o principal fator está ligado à renda pública e privada do país. “Para nós a Economia Solidária é um projeto inicial, portanto não podemos dizer que será a salvação, mas pode contribuir, e muito, para as pessoas de baixa renda”, afirmou.
Em 2013, a Conosud pretende realizar encontro com os envolvidos na Economia Solidária italiana, país considerado um dos precursores do modelo conhecido mundialmente. O foco do encontro será o debate para o desenvolvimento da indústria alimentícia e a formação de uma banca ética e solidária, como a Fiare. A UNISOL Brasil mantém parceria há 10 anos com a Conosud, associação que possui projetos com oito cooperativas espalhadas pelo Brasil.
Sasía, da Fiare, comentou os projetos da instituição financeira, que envolvem crédito e empréstimo. Ele também concorda com a opinião de Roset sobre a crise, afirmando que o problema tem causado transtornos financeiros no campo imobiliário, um dos focos do banco.
“Atualmente, agentes econômicos estão mais fortes que o poder público na Espanha, não só por existir uma crise, mas pela população não encontrar representantes políticos que defendam seus interesses”, declarou Sasía. De acordo com o presidente, os mais prejudicados são as pequenas cooperativas.
O Banco Fiare conta com mais de 4.000 pessoas associadas e têm colocado o Brasil como modelo de sucesso no cooperativismo e Economia Solidária. “O intercâmbio com países, como Brasil e Itália, têm sido importante no sentido de conhecer o plano de ascensão das cooperativas filiadas a UNISOL Brasil”, observou.
Para Sasía, o Seminário Nacional e 3º Congresso são importantes para o avanço e debate de ideias, já que a Espanha espera se tornar nos próximos anos modelo para outros países, realizando seminários desta proporção.
[nggallery id=105]

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM