Sebrae aposta no empreendedorismo e na inclusão produtiva

Incluir o empreendedorismo e a inclusão produtiva como diretrizes do desenvolvimento regional. Com essa missão, o Sebrae participa ativamente das  conferências estaduais que discutem as propostas para a Política Nacional de Desenvolvimento Regional. As sugestões aprovadas em cada uma das unidades federativas serão avaliadas em encontros macrorregionais e, depois de consolidadas na conferência nacional, devem integrar o projeto de lei de autoria do governo federal, que será encaminhado ao Congresso Nacional.
Sete estados já concluíram os trabalhos: Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Alagoas, Rio Grande do Norte, Piauí e Roraima. Nesta semana, as reuniões ocorrem no Rio de Janeiro, Amazonas, Bahia, Tocantins, Amapá, Santa Catarina, Rondônia, Acre e Paraíba.
Segundo o analista-técnico de Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Robson Schmidt, a experiência adquirida pela instituição nos 104 territórios da cidadania, que são as regiões com menor índice de desenvolvimento humano no país e que recebem atenção prioritária da instituição, confirmam o empreendedorismo e a inclusão produtiva como indutores do desenvolvimento econômico nos municípios abrangidos pelo programa.
De acordo com Schmidt, “o Sebrae aproxima o segmento empresarial das soluções tecnológicas, de gestão e do crédito, promove a melhoria da gestão ambiental e gerencial dos pequenos negócios. Todas essas ações  geram  inclusão produtiva e desenvolvimento territorial”.
Para o analista do Sebrae, o atual momento econômico do país é ideal para promover uma nova política de desenvolvimento regional no Brasil. “Temos que aproveitar o crescimento para dinamizar as economias locais e diminuir as assimetrias entre as várias regiões do país”, diz.
A nova política nacional de desenvolvimento regional contemplará os seguintes princípios: Desenvolvimento Regional; Governança, Participação Social e Diálogo Federativo; Integração Nacional; Desigualdades Regionais e Critérios de Elegibilidade; Vetores de Desenvolvimento Regional Sustentável e Financiamento do Desenvolvimento Regional. Participam dos encontros representantes dos governos federal, estaduais e municipais, empresários, trabalhadores e entidades representativas da sociedade civil organizada. A Conferência Nacional ocorre de 12 a 14 de dezembro, em Brasília.
Por ASN: www.agenciasebrae.com.br

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM