Seca é tema de conferência no Ceará

Objetivo da conferência é discutir formas de conviver com o problema da seca

Objetivo da conferência é discutir formas de conviver com o problema da seca


Discutir políticas de convivência das populações com a seca será o objetivo da Conferência Temática do Semiárido Brasileiro, marcada para os dias 25 e 26 de julho, no Hotel Escola Dorotéias, em Fortaleza (CE). O evento, criado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, irá reunir representantes do poder público e da sociedade civil. Representantes da Unisol Brasil estarão presentes no encontro.
“Não há como combater a seca. É preciso aprender a conviver com ela. Assim, é preciso criar políticas para diminuir esses impactos nas populações”, destaca Israel de Oliveira Santos, secretário de Agricultura Familiar da Unisol Brasil.
Para Santos, a discussão de soluções para o semiárido deve levar em consideração não só o fator econômico, mas também o ambiental. “Um problema muito comum é a transformação em pasto de áreas inadequadas, o que contribui para o processo de desertificação”, completa o secretário.
O Hotel Escola Dorotéias fica na avenida Alberto Craveiro, 2.222. As propostas discutidas durante a conferência temática serão levadas à 2ª Conferência Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, marcada para outubro, em Brasília.
Segundo informações do Ministério da Integração Nacional, o semiárido brasileiro é uma região marcada pela falta de chuvas, e que abrange uma área de mais de 900 mil quilômetros quadrados de nove estados brasileiros (Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe). Cerca de 22 milhões de pessoas vivem em 1.133 municípios no semiárido.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM