SEMINÁRIO INTERNACIONAL COM TRABALHADORES NA KARMANN GHIA

A Karmann-Ghia foi ocupada pelos trabalhadores em 13 de maio, após o abandono da fábrica pela direção da empresa. Na época, um parecer da justiça favorável aos antigos proprietários gerou um impasse em relação ao real dono da autopeça.
07
Para discutir opções de futuro com os trabalhadores na Karmann-Ghia, Unisol Brasil, Nexus Itália e Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realizaram na sexta-feira, dia 7 de outubro, o Seminário Internacional “Experiências de Fábricas Recuperadas por Trabalhadores na Argentina, Brasil, Espanha e Itália”. A atividade integra o processo de formação dos companheiros. Já foram realizadas rodas de conversa, palestras e dinâmicas em grupo.
“Se houver a possibilidade de que a decisão judicial sobre o pedido de falência da empresa favoreça a constituição de uma cooperativa, e essa também for a decisão dos trabalhadores, o empreendimento já tem que estar amparado por um processo de debate e discussão dos trabalhadores”, afirmou o secretário-geral do Sindicato, Wagner Santana, o Wagnão que foi quem fez a abertura do seminário.
16
No final de junho, após aprovação dos trabalhadores, o Sindicato entrou com pedido de falência da empresa, considerado a melhor alternativa para viabilizar o recebimento dos direitos trabalhistas, “O caminho que está sendo seguido é o da preparação, alinhado à formação e à qualificação, para que no momento correto os trabalhadores possam decidir de maneira responsável sobre o futuro da empresa”, prosseguiu Santana, ainda segundo ele “A importância de ouvir as experiências internacionais de cooperativismo são que os erros e acertos com certeza poderão ser aproveitados pelos companheiros na Karmann-Ghia na definição dos rumos”.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM