Setre leva produtos da Economia Solidária ao Festival de Pedro II – PI

eb4361ae38_mediaO Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria do Trabalho e Empreendedorismo (Setre), participará do Festival de Inverno de Pedro II,  entre os dias 4 e 7 de junho, com ações de Economia Solidária. No estande da Secretaria,  os visitantes terão a oportunidade de trocar experiências, conhecer os empreendimentos e adquirir os produtos feitos pelos adeptos deste modo de economia coletiva.
Três empreendimentos econômicos solidários dos municípios de Pedro II e São João do Arraial marcarão presença ao evento, com a exposição e comercialização de artesanato advindo de riquezas naturais dos próprios territórios e iguarias locais. “Quem passar pelo estande da Setre irá ficar envolto de produtos confeccionados com a opala, que é uma pedra muito encontrada na cidade, além daqueles feitos com sementes e vegetações típicas, como o cocal”, atenta o secretário Gessivaldo Isaías.
Responsável pela coordenação da execução da Política Estadual de Fomento à Economia Solidária, a Setre busca, através da realização de feiras e ações, o incentivo e fortalecimento deste modo de economia. “Eventos como este são muito importantes para a divulgação e venda dos produtos. Esta é uma economia justa, sustentável e democrática que começa a chamar a atenção e a ganhar seu espaço no estado”, ressalta o secretário.
Os interessados em conhecer um pouco mais sobre como funciona a Economia Solidária poderão visitar o estande durante os quatro dias do evento, na Praça da Bonelle, que também contará com a participação do Fórum Estadual de Economia Popular Solidária (FEEPS).
Concomitante ao festival, a Setre também apoiará a X Feira da Economia Solidária – Promovendo Esperança e Cidadania no Campo, que acontecerá na BR 404, em Pedro II
Economia Solidária
Na Economia Solidária, milhares de trabalhadores e trabalhadoras encontram-se organizados de forma coletiva, gerindo o seu próprio trabalho e lutando por sua emancipação. As iniciativas de Economia Solidária contam com a participação de coletivos de produção, associações, cooperativas populares e redes de instituições de finanças voltadas para empreendimentos populares solidários, todos organizados pelos princípios da autogestão, democracia, solidariedade, cooperação, equidade, geração, etnia e credo e valorização do meio ambiente, trabalho humano e saber local.
 
Notícia replicado do site: http://www.piaui.pi.gov.br/noticias/index/id/19963

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM