Showroom traz mais de 500 produtos de empreendimentos solidários do Brasil

Com o objetivo de estreitar o relacionamento entre os empreendimentos solidários de todo o Brasil e empresários de diferentes setores da economia, a Conexão Solidária inaugurou, no dia 20 de setembro, seu showroom em São Paulo. O novo espaço apresenta mais de 500 produtos como peças de artesanato, confecções, biojóias, artigos de cama, mesa e banho, utilidades domésticas, presentes, alimentos e bebidas, além de equipamentos industriais.
Destinado às iniciativas que enxergam a economia solidária como um diferencial competitivo em suas estratégias de negócio, o novo espaço tem como objetivo disponibilizar as peças para a comercialização. Todos os artigos expostos no local são provenientes de cooperativas e comunidades de todo o País, cuja produção é estimulada por programas de geração de renda e desenvolvimento sustentável. No showroom, os empresários terão a oportunidade de fazer contato direto com os produtores, a fim de discutir possíveis propostas de parceria.
Além do espaço na capital paulista, a Conexão Solidária vai disponibilizar seus produtos para comercialização on-line por meio do site www.conexaosolidaria.org. Lá, interessados de qualquer região do Brasil poderão adquirir artigos no varejo ou no atacado.
Ao longo dos últimos anos, a Conexão Solidária consolidou-se no mercado e conquistou o respeito do setor empresarial. Em 2010 e 2011, a associação participou do maior evento de moda do Nordeste, o Dragão Fashion Brasil, e mostrou que a valorização das tipologias brasileiras e do artesanato podem gerar renda e trazer bons resultados tanto para quem produz quanto para quem investe.
Em 2009, a Conexão Solidária concebeu e realizou a 1º Mostra Conexão Solidária, com cerca de 170 empreendimentos de todo o Brasil, que tiveram a oportunidade de expor seus produtos e serviços às empresas dos mais variados setores (financeiro, de comércio, de indústria, de serviços privados e de serviços públicos).

Mercado em Ascensão

No evento de abertura do galpão, que fica no bairro do Belenzinho, também foi lançado um livro que traz pesquisa de mercado elaborada pela Conexão Solidária, apresentando panorama dos empreendimentos solidários. O estudo sobre a Economia Solidária mostra que, atualmente, em quase 22 mil empreendimentos, é gerado cerca de 1,6 milhão de postos de trabalho no Brasil. Essa economia movimenta algo em torno de R$ 650 milhões por mês no País, o que representa 6% do PIB nacional.

Arquitetura e planejamento

O espaço é assinado pelo escritório a+b design, que, para elaborar todo o projeto do showroom, buscou inspiração nos locais onde originalmente os artesãos vendem seus produtos, como as feiras livres, os mercados populares e a rua. “Tivemos como preocupação manter a identidade do galpão que abriga o showroom e criar um espaço que conversasse com o tipo do material exposto”, destaca André Araújo, responsável pelo projeto de arquitetura.
Para a decoração do galpão, foram utilizados móveis e acabamentos seguindo a proposta sugerida para o showroom. Para construir os móveis, foram empregados diversos materiais: pínus natural, cremalheiras, sobras de lona alpargatas, eletrocalhas metálicas e piso de cimento queimado. Os ambientes dos expositores remetem a caixotes e ficam apoiados em estruturas metálicas bastante usadas em pequenas fábricas e indústrias.
O local tem aproximadamente 400 metros quadrados divididos em dois pavimentos. O primeiro andar foi reservado para a exposição das peças produzidas pelos empreendimentos solidários e o segundo destinado à realização de mostras, workshops, desfiles e eventos, além de expor os produtos provenientes da agricultura familiar e da reciclagem.

Sobre a Conexão Solidária

A Conexão Solidária surgiu a partir da 1ª Mostra Conexão Solidária, realizada em outubro de 2009 com o objetivo de estreitar as relações entre os empreendimentos solidários e os empresários de diferentes setores da economia. O projeto estimula a produção de artesanato, confecções, biojóias, artigos de cama mesa e banho, utilidades domésticas e presentes, bem como alimentos, bebidas e equipamentos industriais.
Em favor da inclusão social, do desenvolvimento de negócios justos e sustentáveis e da democratização econômica, a Conexão Solidária faz a interface entre a demanda gerada pelas empresas e as diversas cooperativas solidárias.

Fonte: D&A Assessoria de Imprensa 

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM