Sindicato dá início ao sétimo Congresso dos Metalúrgicos e homenageia Lula

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC deu início, nesta quinta-feira, dia 17 de novembro, a sétima edição do Congresso dos Metalúrgicos do ABC, que este ano contou com um diferencial: a participação da sociedade civil. Logo no primeiro dia, o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que no momento se trata contra um câncer de laringe, recebeu homenagem dos participantes que batizaram o evento com o seu nome. Durante o discurso de abertura, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Sérgio Nobre, traçou planos para o futuro da categoria.
Seis mesas de debates serão realizadas nos três dias de congresso, que se encerra neste sábado, dia 19. Em cada uma delas, após a exposição dos palestrantes e das discussões com a plenária, serão apreciadas as emendas à Tese da Direção, que foram aprovadas nas plenárias temáticas. A ação contou com mais de 600 delegados inscritos, sendo que um deles é o coordenador geral da UNISOL Brasil, Alexandre Antonio da Silva. Outra atração do evento são exposições de fotos que conta os 50 anos de história do Sindicato e os 18 estandes de cooperativas, ONGs e outras entidades, entre elas a UNISOL Brasil que levou produtos confeccionados por empreendimentos filiados.
Na manhã desta sexta-feira, o evento abordou o tema “Política Industrial e o Futuro da Indústria Nacional” e na parte da tarde um dos debates foi em torno da “Estrutura Sindical e Organização no Local de Trabalho. O secretário geral do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, o Wagnão, fez questão de parabenizar e desejar boa sorte ao diretor-presidente da UNISOL Brasil, Arildo Mota Lopes, pelo novo mandato à frente da Cicopa Americas, eleito nesta semana em Cancun, no México.
No último dia de evento as discussões serão em torno dos temas “Educação e Formação Profissional” com participação do ministro da Educação, Fernando Haddad; “Saúde Pública e Previdência” com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha e “O Brasil e uma Nova Ordem Mundial” com a apresentação do assessor de Assuntos Internacionais do Planalto, Marco Aurélio Garcia e de Sérgio Nobre, que encerrará o congresso.
De acordo com o diretor executivo da UNISOL Brasil e representante da CUT (Central Única dos Trabalhadores), Teonílio Monteiro, o Barba, é de fundamental importância a participação da UNISOL em ações como essa. “Em uma das plenárias temáticas abordamos a Economia Solidária e apresentamos a central de cooperativas como importante aliada dos empreendimentos que atuam no segmento”, disse o diretor executivo da UNISOL.
Para o coordenador nacional da Agricultura Familiar da UNISOL Brasil, Israel de Oliveira Santos, muitos trabalhadores se sensibilizaram com a maneira como a Economia Solidária se organiza, um modelo que se apresenta de forma alternativa. “Nossas bandeiras de luta são bastante semelhantes e muitas vezes iguais. Por isso, posso levar essa experiência do sétimo congresso para minha base, a Agricultura Familiar”, mencionou Santos.
A sétima edição do Congresso dos Metalúrgicos do ABC acontece no Pavilhão Vera Cruz, localizado na avenida Lucas Pereira Garcez, 856, São Bernardo do Campo. 
[nggallery id=41]

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM