Solidariedade em tempos de Coronavírus

COOPERCENTRAL – VR faz nova doação ao banco de alimentos da cidade de São Paulo

O conjunto de cooperativas e associações do Vale do Ribeira que compõem a Cooperativa Central dos Produtores Rurais e da Agricultura Familiar do Vale do Ribeira se uniu novamente e realizou mais uma entrega de 13 toneladas de produtos oriundos da agricultura familiar ao Banco de Alimentos da Cidade de São Paulo, na tentativa de mitigar os prejuízos causados pelo Covid-19.

“O momento é de prevenção, e solidariedade, “QUEM TEM FOME TEM PRESSA” e com união podemos fazer muito mais, porque juntos somos mais fortes.”, destacam no documento entregue junto com a doação.

Isnaldo Lima da Costa Junior, representante da Cooper Central VR e participante ativo da ação solidária contextualiza a importância histórica da doação: “Essas ações vem para quebrar alguns paradigmas, a agricultura familiar vem de um estereótipo de dependência, hoje através de uma doação como essa, num gesto de solidariedade e amor ao próximo nota-se claramente, o agricultor familiar antenado e inserido no contexto de sociedade, não está alheio ao que acontece fora do seu âmbito. Agricultura Familiar forte pilar de sustentação da economia, a frente no combate da fome e da miséria, é capaz de gerar melhoria de qualidade de vida socioeconômica aos produtores, gera emprego e atua como instrumento de distribuição de renda, diminui o êxodo rural, e combate à desigualdade social no campo, e o mais importante, fazer chegar a mesa das pessoas em situação de insegurança alimentar e vulnerabilidade social o alimento de qualidade.”

“Ações como esta da CooperCentral VR comprovam a importância da agricultura familiar no estado e na cidade de São Paulo. Por isto, a Unisol Brasil tem cobrado insistentemente o cumprimento com agilidade da lei federal que determina a distribuição de alimentação escolar de qualidade  às famílias de todos os alunos matriculados na rede pública de ensino dos municípios e estados durante o período de quarentena.  Mantendo, principalmente, a garantia da continuidade e ampliação dos contratos de fornecimento das merendas das cooperativas e associações da agricultura familiar”, salienta o presidente da Unisol Brasil, Léo Pinho. “Esta é uma via de mão dupla: garante alimento de qualidade na mesa das famílias e em contrapartida, possibilita também a sobrevivência econômica da Agricultura Familiar neste momento de crise”, completa Pinho.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM