Publicado em Deixe um comentário

Copromem ficará mais produtiva com nova sede

copromem

A Cooperativa de Produtos Metalúrgicos de Mococa (Copromem), localizada em Mococa (SP), vai obter ganhos de produtividade quando se mudar para sua nova planta industrial, cuja construção ocorre na mesma cidade. Projetada pela Integra, cooperativa de São Paulo especializada em engenharia, arquitetura e urbanismo, o novo galpão permitirá agilizar a movimentação interna e a reorganização das linhas de produção.
Segundo o arquiteto urbanista da Integra, Adelcke Rosseto Neto, o galpão onde a cooperativa se encontra atualmente foi construído em 1888. É uma construção histórica que ao longo dos anos sofreu adaptações. “Mas, depois de 100 anos, as adaptações não propiciam a melhor eficiência produtiva”, explica o arquiteto.
Na nova casa, a Copromem poderá se organizar para ter um sistema de produção linear que é mais econômico e eficiente. Isso quer dizer que será possível construir linhas específicas, cada uma em seu espaço próprio. “Com isso a Copromem ficará mais competitiva e a margem de retirada deverá ser maior, o que fortalecerá a empresa e beneficiará diretamente os cooperados”.
A mudança da Copromem para a nova sede estava prevista para acontecer em janeiro. Mas ajustes de última hora nas obras obrigaram ao adiamento da mudança que deve começar, efetivamente, no final de fevereiro e durante o mês de março. “A transferência vai ser feita aos poucos para não parar a produção”, explicou Neto.
Foram investidos R$ 31,5 milhões na construção da nova sede da Copromem, sendo R$ 1,5 milhão em recusros próprios e R$ 30 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Cerca de R$ 25 milhões foram usados na obra e outros R$ 5 milhões em máquinas e equipamentos.

Publicado em Deixe um comentário

Presidente de cooperativa participa de evento na Suécia

Vista aérea das instalações atuais da Copromem
Vista aérea das instalações atuais da Copromem

O presidente da Cooperativa de Produtos Metalúrgicos de Mococa (Copromem), Pedro Luiz de Souza, foi convidado para participar do Swedish Steel Prize 2013. O evento, organizado pela SSAB, fabricante de aços de alta resistência, será realizado em duas cidades da Suécia: Borlänge, no dia 19 de novembro, e Estocolmo, no dia 20, com a finalidade de premiar parceiros e estreitar a relação comercial entre eles.
“Para nós é uma oportunidade de adquirir experiência e ampliar nossa rede de contatos. A SSAB fornece para empresas que poderiam ser clientes nossos, pois fabricamos componentes para máquinas de preparação de solo”, contou Souza, que irá ao evento acompanhado de Elton Santana, que atua na área de compra de aços do empreendimento.
O evento na Suécia não chega a ser uma novidade para a Copromem. O vice-presidente da cooperativa, Wanderson Luis Batista, participou entre os dias 15 e 18 de outubro de um treinamento na fabricante de máquinas de solda Miller, nos Estados Unidos. Durante o intercâmbio foram apresentadas as novas técnicas e equipamentos de processo de soldagem que em breve estarão no mercado.
Localizada em Mococa (SP), a cooperativa investiu R$ 31,5 milhões na construção de uma nova planta industrial e na aquisição de máquinas que possibilitarão ao empreendimento dobrar a produção. A mudança para o novo endereço está prevista para janeiro de 2014.

Publicado em Deixe um comentário

Intercâmbio mostra novas técnicas de soldagem

Wanderson Luis Batista (terceiro da esquerda para direita agachado) conheceu novos processos de soldagem
Wanderson Luis Batista (terceiro da esquerda para direita agachado) conheceu novos processos de soldagem

Wanderson Luis Batista, vice-presidente da Cooperativa de Produtos Metalúrgicos de Mococa (Copromem), participou entre os dias 15 e 18 de outubro de um treinamento na fabricante de máquinas de solda Miller, nos Estados Unidos. Durante o intercâmbio foram apresentadas as novas técnicas e equipamentos de processo de soldagem que em breve estarão no mercado.
Entre as tecnologias está o tratamento térmico superficial, que consiste no pré e no pós-aquecimento do material a ser soldado. “Isso é importante. Suponhamos que a solda seja feita em material com alto teor de carbono. Sem o pré-aquecimento, ele pode apresentar micro-trincas quando o equipamento estiver em campo”, explica.
Hoje, esse trabalho de pré e pós-aquecimento é feito com maçarico lança-chamas. A tecnologia desenvolvida pela Miller consiste no uso de cabos de corrente elétrica com polaridades invertidas. Entre a peça e os cabos é colocada uma manta térmica com a finalidade de segurar o calor, além de servir como isolante.
Batista também teve contato com soldagem com uso de robôs e com uma tecnologia que permite integrar as máquinas de solda ao sistema do empreendimento. Dessa forma, é possível acompanhar o processo fabril simultaneamente ao seu acontecimento. “Se a máquina parar de funcionar, automaticamente os gestores ficam sabendo. Dá para acompanhar de qualquer parte do mundo, por meio de um aplicativo no celular”.
Segundo o vice-presidente da Copromem, os sistemas apresentados ainda estão em fase de testes para homologação. Mas a cooperativa tem a intenção de adquiri-los assim que forem disponibilizados no mercado. “Todas as técnicas aprendidas lá nos Estados Unidos nos dão um diferencial em relação ao que é praticado pela concorrência hoje no Brasil. Sem contar que, quando você automatiza uma linha de produção, a produtividade aumenta”.
No que diz respeito ao mercado, a iniciativa de participar de intercâmbios como este também mostra o grau de modernidade e comprometimento da Copromem com a qualidade do que faz. “Para nós é importante porque demonstra que a Copromem tem posição estabelecida no mercado brasileiro. No lado técnico, estamos sempre informados do que há de mais moderno”, afirmou Pedro Luiz de Souza, presidente do empreendimento.

Publicado em Deixe um comentário

Cooperativa muda para nova planta em janeiro de 2014

Foram investidos R$ 31,5 milhões na unidade
Foram investidos R$ 31,5 milhões na unidade

A Cooperativa de Produtos Metalúrgicos de Mococa (Copromem), localizada em Mococa (SP), investiu R$ 31,5 milhões na construção de uma nova planta industrial e na aquisição de máquinas que possibilitarão ao empreendimento dobrar a produção. A mudança para o novo endereço está prevista para janeiro de 2014.
Do total aplicado, R$ 1,5 milhão são recursos próprios. Os outros R$ 30 milhões são provenientes de financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), por meio do Pacea (Programa de Apoio à Consolidação de Empreendimentos Autogestionários).
“Usamos R$ 25 milhões na obra e R$ 5 milhões na aquisição de equipamentos. O BNDES também disponibilizou, a fundo perdido, R$ 500 mil para aplicarmos no treinamento da mão de obra. Para tanto, fechamos uma parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial)”, explicou o presidente da Copromem, Pedro Luiz de Souza.
A planta atual tem 14 mil m² de área construída e capacidade para manufaturar 1.200 toneladas/mês de aço. A nova foi construída com 20 mil m² e poderá processar até 2.500 toneladas de aço mensalmente. A mudança se deu porque a área onde a cooperativa se encontra vai a leilão, pois pertence à massa falida da metalúrgica Nicol Rome, empresa da qual a Copromem surgiu.
 

Publicado em Deixe um comentário

Reportagem especial sobre o Dia Internacional da Mulher é destaque no Jornal UNISOL Brasil

Foi lançada a 14ª edição do Jornal da UNISOL Brasil que faz uma homenagem especial ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 08 de março. Você acompanha o depoimento de importantes mulheres sobre a data, além da luta enfrentada por elas ao longo dos séculos, assim como a evolução dos direitos conquistados pelo sexo feminino e um calendário com datas e dias de lutas por igualdade.

Além da reportagem especial, você confere ainda notícias sobre a Copromem, metalúrgica da cidade de Mococa, que começou a construir a nova sede da cooperativa; reunião do Comitê Gestor da Coopasub, em Vitória da Conquista; uma iniciativa piloto implantada pela cooperativa Acodecol que tem aumentado à produção de mandioca e foi destaque no programa Bom Dia MS; ações que as cooperativas Casa Apis, Comapi e Cocajupi colocarão em prática ao longo do ano; reunião entre o ministro Pepe Vargas e o presidente da UNISOL Brasil, Arildo Mota Lopes; encontro setorial da Construção Civil que reuniu cooperativas do País e da Argentina; projeto em apoio aos trabalhadores do setor da reciclagem em Joinville; visita da UNISOL Brasil a metalúrgica Coopertrim; a participação do estado de Minas Gerais à Cadeia Binacional do PET; o lançamento da Rede Brasil Rural em São Paulo; nova fase do projeto Brasil Local na cooperativa Coopersoli e a 46ª reunião do Conselho de administração da ACI Américas.

Você ainda fica bem informado com o Fique Ligado, que traz notas sobre os diversos setores da Economia Solidária e o quadro “Você Sabia” sobre política ambiental. Você não pode deixar de ler.

Publicado em Deixe um comentário

Corpo administrativo da Copromem é reeleito

A Copromem (Cooperativa dos Produtores Metalúrgicos de Mococa), do interior de São Paulo, realizou recentemente assembléia geral ordinária para eleição da nova diretoria. Para felicidade de todos, o atual corpo administrativo continuará à frente do empreendimento até março de 2015. Desde o ano passado, a cooperativa tem comemorado as boas notícias, uma delas foi a assinatura do acordo de financiamento com o BNDES para construção da nova fábrica e compra de maquinário. Além disso, receberam certificação da Caterpillar à nível mundial, o que consequentemente aumentará os negócios com a empresa.

Evento de assinatura do acordo entre Copromem e BNDES, em 2011.

 

Publicado em Deixe um comentário

Assessor técnico da UNISOL Brasil faz nova visita a metalúrgica Coopertrim

Em mais uma etapa de trabalho, o assessor técnico da UNISOL Brasil, Alexandre Antonio da Silva foi à Minas Gerais para visitar a Coopertrim (Cooperativa dos Trabalhadores da Indústria Metalúrgica de Raul Soares) e dessa vez levou o colaborador da Uniforja (Cooperativa Central de Produção Industrial de Trabalhadores em Metalurgia) Francisco Martinez. Eles estiveram no empreendimento entre os dias 14, 15 e 16 de março com o objetivo de prestarem apoio na área de custos e verificar se as tarefas do plano de ação, construído em fevereiro deste ano, foram colocadas em prática.
Na ocasião, foram entregues cestas-básicas aos sócios cooperados, doadas pela Copromem (Cooperativa dos Produtores Metalúrgicos de Mococa), ação que será realizada durante três meses como forma de solidariedade. De acordo com o presidente da Copromem, Pedro Luiz de Souza, é de fundamental importância oferecer ajuda a Coopertrim nessa fase inicial, para que continuem gerando emprego e renda. “A gente entende que todo começo é difícil. No início da Copromem a gente trabalhava para ganhar R$ 60 e uma cesta-básica”, contou Souza.
A cooperativa se formou a partir da falência de uma empresa, a Metalúrgica São Sebastião. Após o estabelecimento fechar as portas, os funcionários resolveram que não cruzariam os braços e que trabalhariam nos moldes cooperativistas. Atualmente, os cooperados estão em processo de recuperação do espaço e das máquinas, já que a antiga fábrica foi arrendada dentro do plano de recuperação industrial. A expectativa é que daqui a 60 dias a Coopertrim volte a produzir ferramentas agrícolas.
Para o presidente da Coopertrim, Efigênio Francisco Avelino, a cooperativa tomou forma após conversas com o diretor presidente da UNISOL Brasil, Arildo Mota Lopes e com o diretor administrativo da Uniforja, José Domingos Peres dos Santos. Na esfera jurídica, as orientações foram dadas pelo advogado Marcelo Mauad. “Também recebemos grande apoio do deputado estadual, Durval Ângelo e o deputado federal Gabriel Guimarães. Todo o recurso aplicado na cooperativa é destinado à compra de insumos, recuperação do espaço físico, entre outras adequações”, explicou. Avelino.
A cooperativa conta com o apoio da UNISOL Brasil, Uniforja, Copromem, CNM/CUT (Confederação Nacional dos Metalúrgicos), FEM (Federação dos Sindicatos Metalúrgicos da CUT) Minas Gerais e do Sindicato dos Metalúrgicos de Belo Horizonte e Contagem.
[nggallery id=60]

Publicado em Deixe um comentário

Começa este mês a construção da nova fábrica da Copromem

As obras da nova fábrica da Copromem (Cooperativa dos Produtores Metalúrgicos de Mococa), interior de São Paulo, estão previstas para iniciar ainda este mês. De acordo com o diretor tesoureiro do conselho administrativo, Adriano José dos Reis Carraro, até essa sexta-feira será feita a contratação da construtora. O prazo para a finalização da construção é de aproximadamente nove meses, conforme anunciou uma das construtoras do processo licitatório.
A expectativa é imensa por parte de todos os cooperados, já que pagam aluguel do espaço onde trabalham atualmente. A nova planta será construída as margens da rodovia SP-340, na cidade de Mococa, em terreno de 92 mil metros quadrados, doado pela prefeitura municipal. Com isso, a capacidade de produção será ampliada de 1, 4 mil toneladas mês para duas mil toneladas.
Quem está acompanhando cada detalhe da obra é a cooperativa Integra, constituída desde 1999 na cidade de São Paulo. Os dois empreendimentos são filiados a UNISOL Brasil e foi assim que eles se conheceram. Em 2007, a Integra realizou estudo de viabilidade para criação da nova fábrica da Copromem. A partir de 2009 realizaram projetos de arquitetura e engenharia, layout industrial, viabilidade econômica e negociação junto ao BNDES para captação de financiamento, aprovado e assinado em setembro de 2011, e manter o relacionamento com outras entidades financeiras.
Conforme explicou o diretor financeiro da Integra, Adelcke Rossetto, a cooperativa será responsável pelo gerenciamento de toda a obra da nova fábrica da Copromem, assim como a mudança de pessoal e maquinário. “O importante é essa sinergia entre duas entidades associadas à UNISOL Brasil. Dessa forma, todos saem ganhando com uma cooperativa industrial capacitada, competente e competitiva”, disse Rossetto.
História de Sucesso
Quando foi anunciado que a antiga metalúrgica Nicola Rome, da cidade de Mococa, estava falindo muitas pessoas não acreditaram, principalmente os clientes por se tratar de uma empresa centenária. Mesmo assim, os trabalhadores não desistiram. Eles arregaçaram as mangas e continuaram trabalhando para que a empresa se tornasse uma cooperativa. A Copromem iniciou as atividades em 2000 e foram tempos bastante difíceis, já que o trabalhador ganhava apenas R$ 50 e uma cesta básica para o sustento da família. A tarefa de retornar ao mercado de trabalho não foi nada fácil, mas eles venceram.
Hoje a Copromem fatura anualmente R$ 90 milhões. Contam com 353 cooperados e 158 funcionários. Entre os principais clientes estão, Caterpillar Brasil, CNH Latin América, Komatsu do Brasil, JCB do Brasil, Liebherr Brasil e recentemente a Doosan. “A Integra e a UNISOL Brasil tem participação grandiosa na Copromem. O empreendimento está desde o início do pleito do projeto. Isso agregará muito para Economia Solidária e para o modelo cooperativista brasileiro”, afirmou Carraro. A cooperativa é filiada a UNISOL Brasil desde 2002.

Publicado em Deixe um comentário

UNISOL Brasil lança jornal especial de fim de ano

A UNISOL Brasil está quase encerrando o ano e para presentear os leitores do jornal reuniu as notícias mais importantes do mundo da Economia Solidária durante o segundo semestre de 2011 e dedicou uma linda mensagem de Natal a todos os parceiros e empreendimentos. A versão impressa do periódico pode ser acessada Clicando Aqui
Reunimos nessa edição as seguintes matérias: Coopasub inaugura complexo em Vitória da Conquista-BA; BNDES aprova financiamento para Copromem e Metalcoop; Arildo Mota Lopes é eleito presidente da Cicopa Américas; Site da UNISOL Brasil aumenta em 75% o número de acessos; Cocajupi começa a exportar para a Itália com certificação Fair Trade; UNISOL Brasil conhece experiências do complexo Mondragón; Representantes da UNISOL Brasil e Uniforja visitam a Coopertrim; Produtos do Cooperativismo Social tem espaço garantido em Campinas; Assentamento no MS terá Centro de Inclusão Digital; Galpão de Coleta Seletiva é inaugurado em Ribeirão Pires.
 

Publicado em Deixe um comentário

Integra lança site que reúne projetos executados ao longo de 10 anos

A cooperativa de engenharia, arquitetura e planejamento urbano, Integra, de São Paulo, acaba de lançar seu novo site. Moderno e bastante informativo, a página, que está no ar há uma semana, traz conteúdo sobre os 100 projetos executados pelo empreendimento durante seus 10 anos de vida. É possível encontrar informações sobre Projetos de Edificação; Urbanismo; Planejamento Urbano; Trabalho Técnico Social e Gerenciamento de Obras.
Dentro dos temas, existem projetos de destaque como o desenvolvido para a metalúrgica Copromem, na cidade de Mococa. Foi realizada atualização de conceitos tecnológicos em novo layout produtivo que norteará a construção e expansão da fábrica. Além do projeto executivo, também atuaram na etapa anterior de consultoria e assessoria para viabilização do empreendimento.
Na área de urbanismo você encontrará o programa PAT Pro Sanear, uma intervenção de saneamento ambiental integrado, fruto da parceria com o governo federal e o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Neste programa, a Integra desenvolveu o projeto de urbanização da área total da favela Cidade Azul, no bairro do Jabaquara, em São Paulo.
Em Guarulhos, a Integra beneficiou 1,2 milhão de habitantes com o Plano Municipal de Habitação de Interesse Social. Além disso, o site contempla informações sobre processos de urbanização, com implantação de infraestrutura básica, por meio de intervenções do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), entre outros projetos.
Clique aqui para conferir o novo site da Integra.