Publicado em Deixe um comentário

Encontro debaterá tecnologias de gestão e tratamento de resíduos sólidos

A Secretaria-Geral da Presidência da República, o Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (IPEA) e a Universidade de Brasília (UnB) divulgaram em 19 de março o edital de chamada pública de seleção de trabalhos para o Encontro Nacional Conhecimento e Tecnologia: Inclusão Socioeconômica de catadores de Materiais Recicláveis. O evento será realizado de 20 a 22 de agosto em Brasília.
O Encontro tem o objetivo de debater tecnologias de gestão e de tratamento de resíduos sólidos urbanos que operam com a inclusão de catadores de materiais recicláveis e, ao mesmo tempo, promover o diálogo entre o campo científico e tecnológico e as experiências desenvolvidas por organizações de catadores.
Para apresentar trabalhos os participantes deverão, no momento da inscrição, enviar resumo ou descrição do trabalho, juntamente com a ficha de inscrição. Serão aceitos artigos acadêmicos, relatos de experiências, artefatos ou equipamentos de processamento relacionados à reciclagem de resíduos sólidos e produto resultado de reciclagem ou reaproveitamento de material reciclado.
A data limite para inscrição dos trabalhos é dia 25/4 e a divulgação dos resumos selecionados para apresentação, no dia 8/6. A data para o envio de artigos completos e de postagem dos vídeos é até 27/7.
Outras informações sobre a Chamada Pública podem ser obtidas pelo email: encontrocatador@unb.br ou pelo telefone (61) 3107-0373.
Fonte: Secretaria-Geral da Presidência da República

Publicado em Deixe um comentário

Produto orgânico é alternativa de alimentação saudável

Produção de alimentos orgânicos requer cuidados especiais
Produção de alimentos orgânicos requer cuidados especiais

Uma pesquisa realizada pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) com 11,4 mil brasileiros entre 15 e 29 anos, aponta que a alimentação saudável é a principal preocupação de 70,1% dos jovens. E dentro desse cenário, quem se favorece são as empresas que investem na produção de alimentos orgânicos, que não contam com o uso de agrotóxicos e outros produtos químicos em sua produção.
Este é o caso da Coomapi (Cooperativa Mista dos Apicultores da Microregião de Simplicio Mendes). Filiada à Unisol Brasil desde dezembro de 2008, a fabricante de mel possui selo de Produto Orgânico certificado pelo Ministério da Agricultura.
Gerente da cooperativa, Paulo José da Silva ressalta que a produção orgânica exige uma série de cuidados, que incluem o controle do produto, dos 582 apicultores cooperados e da industrialização.
“As colmeias, por exemplo, precisam estar localizadas em áreas livres de agrotóxicos em um raio de três quilômetros. Na industrialização, é necessário evitar que o produto orgânico entre em contato com outros produtos não-orgânicos”, explica.
E foi justamente a alimentação saudável o tema escolhido pela ONU (Organização das Nações Unidas) para o Dia Mundial da Alimentação 2013. Celebrado em 16 de outubro, a data propõe uma análise dos impactos da produção de alimentos no meio-ambiente.
Para Silva, da Coomapi, a produção de produtos orgânicos, além de ser lucrativa, permite a preservação dos recursos naturais. “Não é a geração de riqueza apenas por gerar. É produção com consciência ambiental”, finaliza.

Publicado em Deixe um comentário

Conselho Nacional de Economia Solidária realiza nova reunião

O diretor presidente da UNISOL Brasil, Arildo Mota Lopes, participou da 12ª Reunião Plenária do Conselho Nacional de Economia Solidária, realizada no auditório do Ministério do Trabalho e Emprego, em Brasília, nos dias 22 e 23 de novembro. Um dos temas que ganhou destaque durante o primeiro dia de exposição foi o “Desenvolvimento Brasileiro: Conjuntura, Perspectivas e Desafios”, ministrado pelo presidente do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), Márcio Pochmam. Neste mesmo dia à tarde, foi colocado em pauta a “Economia Solidária, Superação da Miséria e Desenvolvimento”. Ainda houve informes e propostas sobre o “Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário” e o “Comitê Temático de Formação e Assistência Técnica”.
Já no dia 23, o evento teve início com o importante debate do PPA (Planejamento Plurianual) 2012-2015 – A Economia Solidária e as Estratégias de Implantação Integradas dos Programas Temáticos e Iniciativas, com a participação do secretário geral da Presidência da República, Pedro Pontual, entre outros. De acordo com Lopes, o grande desafio da sociedade civil é o acompanhamento e monitoramento dos projetos e ações elencadas no PPA para que o planejamento seja eficaz. Na ocasião, também foi colocada na ordem do dia a agenda legislativa da Economia Solidária para os próximos anos. Entre os temas, destaca-se a aprovação da lei geral da Economia Solidária, recomendação 193 da Organização Internacional do Trabalho e estatuto do cooperativismo do Mercosul.