Fundação BB reconhece os nove projetos que mais contribuíram para a transformação social

A solenidade de entrega da sexta edição do Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social aconteceu na noite de ontem (22/11), em Brasília/DF, e contou com a participação de mais de mil pessoas – representantes de instituições sociais, jornalistas, funcionários do BB e da Fundação BB, além de representantes dos parceiros do Prêmio, como UNISOL Brasil, Banco do Brasil, BNDES, Petrobrás, Unesco, KPMG Auditores Independentes e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Todos os 27 finalistas, das nove categorias, receberam como premiação um vídeo institucional e folders para que possam divulgar seus trabalhos. Já o vencedor de cada categoria recebeu um prêmio no valor de R$ 80 mil para a manutenção e ampliação de seus projetos.
O evento foi transmitido ao vivo via internet, além de cobertura especial por meio do Twitter e do Facebook da Fundação. Em sua saudação de abertura, o presidente da Fundação BB, Jorge Streit, destacou a importância da iniciativa e agradeceu o empenho de funcionários e parceiros para que o Prêmio continuasse a ser uma realidade. Jorge reafirmou o compromisso da instituição em promover desenvolvimento sustentável e agradeceu o Banco do Brasil por acreditar e investir em sua missão de transformação social. O ator Paulo Betti foi o mestre de cerimônia da Solenidade e presenciou momentos emocionantes como a homenagem feita aos funcionários da FBB, representados por Rogério Miziara.
A edição 2011 do Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social obteve recorde de inscrições, com 1116 projetos. Desde abril diversos profissionais estiveram envolvidos em avaliar e divulgar o Prêmio, que possibilitou, ainda, que 264 tecnologias sociais fossem certificadas. Criado em 2001, o Prêmio acontece a cada dois anos e é uma das principais ferramentas de identificação e reconhecimento de tecnologias sociais em todo o país.

Confira a lista de vencedores:
Categoria Região Norte – Banco Comunitário Muiraquitã (Santarém/PA)
Categoria Região Nordeste – Banco de Sementes Comunitários (Teixeira/PB)
Categoria Centro-Oeste – Construção de Moradias (Campo Grande/MS)
Categoria Região Sudeste – Ecos do Bem – Educação Ambiental no Território do Bem (Vitória/ES)
Categoria Região Sul – Visão de Liberdade (Maringá/PR)
Categoria TS na Construção De Políticas Públicas para a Erradicação da Pobreza – Projeto Horta Comunitária (Maringá/PR)
Categoria Mulheres na Gestão de TS – Mulheres da Amazônia (Juruena/MT)
Categoria Direitos da Criança e do Adolescente e Protagonismo Juvenil – Fazendo Minha História (São Paulo/SP)
Categoria Gestão de Recursos Hídricos – Projeto Cisternas nas Escolas (Irece/BA).

Por Assessoria de Imprensa FBB.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM