Unimáquinas diversifica produtos reciclados

A cooperativa Unimáquinas, de São Bernardo do Campo-SP, receberá no dia 11 de junho a visita do diretor secretário geral da UNISOL Brasil, Gilson de Jesus Gonçalves. O objetivo da central é acompanhar e diagnosticar a fabricação, pelos cooperados, dos produtos sustentáveis da marca Ecouni. Domingos dos Anjos Lago, vice-presidente da empresa, destaca a produção de artigos reciclados (churrasqueiras, lixeiras, talheres, suportes para toalhas), resultado da sobra do aço inox utilizado na fabricação de máquinas para a indústria farmacêutica – principal atividade da empresa. A Unimáquinas surgiu da vitoriosa luta dos antigos operários da Lawes em se organizar como cooperativa após a falência da fábrica, em fevereiro de 2010.

Primeiros protótipos da Linha Office Ecouni

Primeiros protótipos da Linha Office Ecouni


Atualmente, os produtos reciclados pelos 14 cooperativados representam um faturamento em torno de R$ 8 a R$ 10 mil mensais. “A ideia de transformar restos de aço inox em novas peças surgiu há cerca de um ano. Em seguida, procuramos a Unisol, que nos orientou e assim possibilitou que nosso sonho virasse realidade. Hoje, não só elevamos o faturamento da fábrica, mas criamos produtos ambientalmente corretos”, disse Lago. Após receber o selo Ecouni – marca dos produtos sustentáveis da Unisol – as peças são vendidas em feiras de economia solidária da central e para entidades de trabalhadores, como o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.
Produtos sustentáveis
A Ecouni, cujo selo aparece nos reciclados da Unimáquinas, visa a criar linhas de produtos sustentáveis que sirvam ao interesse do ser humano sem comprometer o meio ambiente e o futuro das próximas gerações. Seus produtos podem ser vistos em ruas e praças, na forma de placas de sinalização e grelhas de bueiros ou em móveis instalados em ambientes fechados.
De acordo com o presidente da Unimáquinas, o ânimo dos cooperados só cresce. A meta, agora, é fazer com que a produção de
Primeiro protótipo da Churrasqueira Ecouni

Primeiro protótipo da Churrasqueira Ecouni


reciclados tenha uma elevação de entre 10% a 15% ainda em 2013. Hoje, a empresa não apenas reconquistou a confiança dos antigos clientes da Lawes, mas o reconhecimento do mercado. “Acreditamos poder vender ainda mais e a um número maior de clientes com o passar dos anos”, disse Lago. Qualquer empresa ou pessoa pode adquirir os produtos recicláveis pelos telefones (11) 4178-3311 ou (11) 2374-6749.
A cooperativa que deu origem à Unimáquinas nasceu em 2010, quando da decretação da falência da Lawes. De uma hora para outra os trabalhadores se viram sem salários. A empresa acabou abandonada pelos patrões. “Por muitos meses vivemos com a ajuda dos companheiros do sindicato. Não nos restava outra saída senão colocá-la para funcionar e voltar a produzir ”, relembra Lago. Para erguer a metalúrgica, os então 22 cooperados receberam ajuda técnica e jurídica do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, da UNISOL Brasil e da Universidade Metodista de São Bernardo do Campo. “Assim conseguimos vencer nosso desafio”, afirma.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM