UNIPOL pretende inovar produção de energia térmica

Foto: Arquivo UNISOL Brasil.


A Unipol (Cooperativa dos Trabalhadores na Indústria de Polímeros de Joinville) recebeu, em 28 de novembro, a visita de Augustin Woelz e Gustavo Cherubine, da Associação Sociedade do Sol,  e de Antônio Rodolfo Junior, da Braskem, para debaterem a produção de itens que fazem parte do ASBC (Aquecedor Solar de Baixo Custo). Trata-se de novidade brasileira que incorpora inovação tecnológica e permite que o termoplástico PVC aproveite a irradiação solar para produção de energia térmica. A cooperativa detém a tecnologia de processamento do material plástico utilizado em partes dos componentes.
“A ideia da Unipol não é apenas produzir os itens, mas participar do projeto sugerindo materiais e atitudes inovadoras para a popularização do Aquecedor Solar de Baixo Custo”, afirmou Edson Lima, coordenador industrial e vice-presidente do empreendimento. A estratégia está casada com o Projeto Sementes da Inovação Ecouni, proposta da UNISOL Brasil para difundir, divulgar e comercializar itens da Economia Solidária com conceito sustentável e de inovação.
A Associação Sociedade do Sol já tem debate interno para a formação de cooperativa e à aproximação com a Unipol possibilita demonstrar o que é um empreendimento no formato cooperativista, assim como desafios e potencialidades. Para 2013 está programada uma série de ações visando o desenvolvimento e instalações de aquecedores solares em algumas cidades e regiões do País.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM