Unisol Brasil retoma Secretaria de Políticas Afirmativas e estabelece plano de ação

Mulheres definem nova coordenação para a pasta

“Quando a mulher negra se movimenta, toda a estrutura da sociedade se movimenta com ela”–  Angela Davis.

É nesta lógica que o Coletivo de Mulheres da Unisol Brasil comemora hoje a retomada da sua Secretaria de Políticas Afirmativas. A crise pandêmica, a quarentena com isolamento social e o aumento de 40% nos casos de violência doméstica contra mulheres em todo o país, levou o coletivo a definir que precisava debater medidas para o combate à violência doméstica na quarentena.

O encontro, que aconteceu em 04 de junho, mostrou a necessidade das mulheres da Unisol estarem organizadas de maneira institucional para realizar o enfrentamento necessário às dificuldades vividas no cenário político atual. Definiu-se, então, a retomada da Secretaria de Políticas Afirmativas da entidade que terá como objetivo principal dar voz e vez para as mulheres da base dos empreendimentos, respeitando sempre as especificidades.

Em um novo encontro, no dia 01 de julho, definiu-se que a Secretaria teria como coordenadoras Magda Almeida (Unisol BA), cooperada do empreendimento Coopertane e Neli Medeiros (Unisol MG), da Cooperativa Solidária dos Trabalhadores e Grupos Produtivos do Barreiro e Região – Coopersoli, da coordenação do MNCR e mobilizadora da ANCAT. “Esse sempre foi um desejo nosso de potencializar ainda mais a força das mulheres em busca da sua autonomia política e principalmente econômica uma vez que muitas são chefes de família”, destaca Magda.

Neste primeiro momento, o investimento maior da Secretaria será em formação política do grupo de mulheres. “A Unisol, entendendo a importância deste processo, articulou parcerias externas com a União Brasileira de Mulheres-UBM e com o Centro de Feminista de Estudos- CFemea”, conta Edinalva Costa, vice-presidenta da Unisol Brasil e presidenta da Unisol PI. “E, para o futuro, temos em nosso horizonte, uma parceria com a Wiego, sobre  Empoderamento Feminino” , complementa a vice-presidenta.

“Nossa maior intenção é que estas mulheres, que hoje atuam na Unisol, possam ser multiplicadoras nas suas bases de um processo formativo na questão política e na questão do Cuidar”, aponta Neli Medeiros, coordenadora da Secretaria de Políticas Afirmativas da Unisol. “Por isto, realizaremos uma formação política, em parceria com a UBM, em 4 encontros quinzenais, sempre às quintas-feiras. As datas propostas são 16/07, 30/07, 13/08 e 27/08. E também, em parceria com o CFemea, uma Roda de Cuidado e Autocuidado das mulheres cooperativistas da Unisol Brasil, processo de autocrescimento individual, de formação de vínculos entre as mulheres e de fortalecimento de sujeitos políticos coletivos que as mulheres instituem. A Roda está prevista para começar no dia 06/08”, completa Neli.

 

Quer saber mais sobre a Secretaria?

Faça contato pelo e-mail: mulheres@unisolbrasil.org.br e curta nossa página no Facebook/UnisolMulher

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM