UNISOL Brasil vai a Cabo Verde levar experiências da Economia Solidária

A cidade da Praia, em Cabo Verde, solicitou apoio na organização da coleta de lixo e reciclagem, dois pontos estratégicos de dificil organização na cidade. O lixo não tem destino, devido a ausência de uma cadeia de reciclagem, área em que a UNISOL Brasil tem larga experiência por meio de seus projetos junto aos catadores e empreendimentos de reciclagem. Outra área desfavorecida em Cabo Verde é o artesanato local. A cidade da Praia não tem identidade própria na confecção desses produtos e comercializam, atualmente, produtos importados de outros países.
Por esses motivos, demandados pela Câmara Municipal de Praia, em Cabo Verde, a Embaixada Brasileira , representada pelo Secretario Carlos Kessel, contatou a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), que representada por Paula Rougemont, convidou a UNISOL Brasil para suprir as demandas da cidade. Dessa forma, a convite da Agência Brasileira de Cooperação, uma delegação da UNISOL Brasil foi para a cidade de Praia em Cabo Verde no período de dois a oito de agosto, representada por Alexandre da Silva, Assessor da Diretoria; Andrea Piccini e Victor Mellão, Assessores de Relações Internacionais e Gilson Gonçalves, Diretor Tesoureiro da instituição. Já que uma das prioridades políticas de cooperação internacional da instituição é cooperar com os territórios da África, sobretudo de língua portuguesa, e da América-Latina.
Diante desse cenário, a UNISOL Brasil foi convidada para elaborar uma proposta de projeto, em conjunto com a ABC, em cima desses dois eixos, apresentada para Câmara da Praia, proposta esta que já está sendo vista com bons olhos pelos cabo-verdianos. A idéia é montar uma cadeia de artesanato e reciclagem, semelhante a estrutura dos empreendimentos da UNISOL no Brasil, seguindo os ideais da Economia Solidária.
A agenda da viagem foi composta por um encontro com o Presidente da Câmara Municipal da Praia, Ulisses Correia e Silva; reuniões com o Vereador do Ambiente e Saneamento, Gilberto Silva; Vereadora da Juventude e Assuntos Jurídicos Edna Oliveira; Vereador de Cultura, Desporto e Formação Profissional António Silva e Maria Aleluia Rodrigues B. Andrade, Vereadora de Cooperação da Praia e responsável pela articulação com a embaixada e o poder público da Praia. Todos esses integrantes da Câmara Municipal da Praia acompanharam a delegação da UNISOL em visitas e reuniões técnicas de trabalho pela cidade.
Há grande importância nessa articulação entre Brasil – África, sem precedentes para o Brasil, para a Economia Solidária e principalmente para a UNISOL Brasil. Pois é a primeira vez na história do Brasil que a Agência Brasileira de Cooperação conta com uma organização da sociedade civil como parceira para participar de um projeto de cooperação técnica de forma ativa. “É um marco pro Brasil, para a cooperação técnica internacional e, sobretudo, para a Economia Solidária” afirma Gilson Gonçalves, tesoureiro da UNISOL Brasil, que por sua vez, pela primeira vez em dez anos de existência irá levar suas experiências para a África.


Delegação da UNISOL Brasil em reunião com representantes da Cidade da Praia

Lixo sem coleta seletiva na cida de Praia, Cabo Verde

 
 
 

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM