Unisol quer integrar cooperados para viabilizar construções populares

Ivanio Dickmann tem a função de articular as necessidades das cooperativas e dos empreendimentos

Ivanio Dickmann tem a função de articular as necessidades das cooperativas e dos empreendimentos


Com o mercado imobiliário aquecido, mostrar que é possível investir em moradia a preço justo é o principal objetivo de quem trabalha com habitação popular. Na Unisol Brasil, a coordenação desse trabalho está a cargo de Ivanio Dickmann, presidente da Coohabras (Cooperativa Habitacional Central do Brasil). É ele quem está à frente do setorial de Construção Civil e Cooperativas Habitacionais.
Atualmente, o departamento desenvolve um trabalho de integração entre os seus participantes, que inclui, além das cooperativas habitacionais, empresas produtoras de matéria-prima e cooperativas de construção.
“Minha função é articular as necessidades das cooperativas e dos empreendimentos”, destaca. “O objetivo é que cada um ajude o outro no que for preciso. Isso contribui para baixar os custos da produção”, explica o coordenador. Ivanio ressalta que são cerca de 20 as cooperativas e associações do setor no País ligadas à Unisol Brasil.
Depois do trabalho de integração, o objetivo do setorial para os próximos meses é o de aumentar a troca de experiências positivas entre afiliados. Dentro dessa meta, está em estudo a realização nos próximos meses de um encontro entre os membros do setorial. A partir daí, o plano é iniciar o desenvolvimento de iniciativas em conjunto.
“Precisamos conectar as ações, e então encontrar outras cooperativas para ampliar nossa força interna e externa”, finaliza Dickmann.

Publicar um comentário

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM